20/09/16

TV Brilho de Aluguel: Pontos positivos de morar em Dublin

Oi, gente! Tudo bem? O vídeo de hoje é super rapidinho, selecionei os três principais pontos positivos de viver em Dublin, na minha opinião. Assiste, me conta o que achou e aproveita e me fala, se você já tiver feito intercâmbio, os pontos positivos da cidade que você morou, também. Vamos trocar figurinhas :)


 ❤

Vem se inscrever no canal, é rápido, gratuito e me ajuda muito! Obrigada por assistir :) Beijos. 

18/09/16

Na wishlist: Autumn/Winter

Hello É nesse climinha de mudança de estação e winter is coming que trago uma wishlist de coisas que tenho desejado bastante no momento - uns itens já conhecidos de muitos outros carnavais, alguns super necessários e outros nem tanto. Digo isso porque sapatos nunca são demais, mas por outro lado meu notebook (laptop) está pela hora da morte, completando sete anos de vida comigo - e cheio de problemas - portanto, precisarei mesmo trocar muito em breve. Já que sonhar é de graça, não custa nada se envolver com os devaneios da vida e imaginar que essa listinha é possível, bora conferir:
 
1. 1460 Smooth, Dr. Martens £125 / 2. Silver Classic, Reebok €81 / 3. Superstar Preto e Branco, Adidas €94 / 4. Bomber rosa de veludo, Primark €21 / 5. Vestido floral com fundo preto, Primark €14 / 6. Cargo Jacket com patches, Forever 21 €34 / 7, 8 e 9. Batons soft matte, NYX €7.75 cada / 10. Coconut Shampoo, Lush £5.75 / 11. Retread Conditioner, Lush £5.95 / 12. Coco Mademoiselle, Chanel $94 / 13. Travel Listography, Amazon $11.85 / 14. Caderno, Paperchase €11 / 15. J'adore, Dior $74 / 16. Macbook Pro 13", Apple €1499 / 17. Passagens para Paris, Ryanair €34 / 18. HD Externo 3tb, Seagate €99 / 19. Instax, Fujifilm €89.99

Awn, é muito coisa bacana. Espero que vocês tenham gostado do post tanto quanto eu ❤ Ficaram desejando alguma coisa da minha lista? Me contem tudo nos comentários! Beijos.


15/09/16

Testando: Butter Yourself Body Cream - Soap & Glory

Sim, meus caros, finalmente cheguei ao fim da primeira parte da saga dos posts da Soap & Glory. Quem acompanha o blog sabe que comprei três produtinhos da marca e mostrei tudo nesse vídeo. Aí, fiz a resenha dos dois primeiros (esfoliante e creme hidratante) e agora chegou a vez da manteiga hidratante! E digo primeira parte por motivos de: estou num relacionamento sério com essa marca.
 
Escolhi esse creme porque ele parecia ser mais consistente que o creme hidratante e eu queria algo mais potente pra ir intercalando com a hidratação mais levinha - principalmente para as áreas mais secas do corpo. Ele é um creme enriquecido com esfoliantes AHAs e tem uma mistura de cinco frutas: orange waterjuice™, manteiga de karité, óleo de menta, figo e fruitigo™.
 
O cheiro é uma coisa de outro mundo, como acontece com todos os outros produtos da marca que eu já experimentei. Esse é bem mais cítrico e frutal, porém com um fundo bem cremoso e confortável, não sei explicar muito bem, só sentindo pra saber. E realmente é bem mais consistente, como uma manteiga corporal, mesmo - tenho usado ele bastante nos pés e a pele fica renovada, é outra vida.
 
A embalagem dele é super bonita e segue a pegada retrô (com as figuras, fontes e cores que tem em todos os produtos da marca). O formato dele, em potinho largo com tampa de enroscar, é o que dá mais certo pra manteigas corporais, né? Porque fica mais fácil de pegar a quantidade que a gente quer e evita desperdício, dá pra usar até o final.
 
No fim das contas, acho que essa minha escolha de três produtos da marca foi a melhor possível, ter dois cremes hidratantes com cheiros bem diferentes é bom pra não enjoar - sem contar que eles tem propostas diferentes e por isso acabo usando a manteiga um pouco menos e ela dura bem mais. O pote com 300g saiu por €9 (porque peguei uma promoção na Boots). Espero que tenham gostado de saber mais sobre o produto! Beijos.


13/09/16

TV Brilho de Aluguel: Tour pela casa no intercâmbio em Dublin

Oi, gente! Tudo bem? Hoje estou completando 25 semanas morando em Dublin, na Irlanda, dá pra acreditar? Numa terça-feira de março cheguei por aqui e já estamos em setembro! Pois é, são quase seis meses. Lá no comecinho do intercâmbio fiz um vídeo mostrando a Residência Estudantil que fiquei quando cheguei aqui (uma semana, apenas) e logo em seguida, mudamos para a casa que estamos vivendo até hoje - portanto, por 24 semanas. Já tinha prometido esse vídeo faz tempo e agora que ele finalmente saiu, espero que vocês curtam saber mais sobre nossa casa por aqui.

 ❤

Dá um like se gostou, pois isso me ajuda muito a continuar gravando e a saber que vocês estão curtindo os conteúdos - e claro, se não estiverem, podem deixar um comentário com sugestões de temas para gravar. Esse vídeo já estava no canal do Brilho de Aluguel, então não se esqueçam de fazer a inscrição para saber de tudo primeiro! Obrigada por assistir ;) Beijos. 

11/09/16

Smart Tour: Excursão pro Cliffs of Moher

Oi, gente. Tudo bem? Quando eu vi, os meses passaram e a gente ainda não tinha ido visitar o lugar mais famoso de toda a Irlanda. Já tava mais do que na hora de ir conhecer o Cliffs of Moher, localizado na parte oeste da Ilha Esmeralda, em Clare. Resolvemos ir de novo com o Smart Tour, o mesmo que fizemos para a Irlanda do Norte - isso por conta do preço e também porque é bacana ir com um guia irlandês que saiba as histórias pelo caminho.
 
Bunratty Castle, Co. Clare

O passeio saiu €30 por pessoa e pagamos a entrada pro Cliffs de €3 - uma taxa simbólica porque aparentemente o governo investiu milhões de euros pra manter o local preservado e construir a central de turismo. O tour inclui a primeira parada num lugar chamado Barack Obama (parece que um empresário local reconstruiu a árvore genealógica dele e descobriu que era parente distante do presidente dos Estados Unidos e convidou ele pra inaugurar um centro comercial no meio da Irlanda, ele veio e tem várias fotos desse momento no lugar), a ida até Limerick (mas não descemos do bus, só passamos por alguns pontos principais e o guia foi explicando), ida até o Cliffs of Moher, passeio pelo centro de Galway e volta pra Dublin. Novamente, ele saiu do parque Stephen's Green, às 07h30 da manhã e retornou perto das 21h30, porque ficamos presos 1h na fila pra ir pra Galway, por conta de um ônibus que quebrou, trancando a passagem.
 
Clare Abbey, fundada em 1189

As falésias ficam na região de Liscannor, no Condado de Clare. O nome deriva de um antigo forte chamado Mothar, destruído durante as guerras contra Napoleão para a construção de um farol. As falésias estendem-se 8 km ao longo do Oceano Atlântico e atingem a sua altura máxima de 214 metros ao norte da Torre de O'Brien. A Torre de O'Brien fica aproximadamente no ponto médio do Cliffs. Foi construída por volta de 1835 por sir Cornelius O'Brien, descendente do rei irlandês Brian Boru. As Falésias são um ponto importante de nidificação de aves marinhas na Irlanda e estão incluídas numa área especial de proteção ambiental. Fonte: Wiki
 

 

 
 
 

 

 

 

 
Ficamos mais ou menos umas duas horas lá no Cliffs of Moher e depois seguimos viagem. Paramos num ponto no caminho para observar umas pedras perto da costa, que tem várias marcas de fósseis e atividades vulcânicas. Não lembro o nome do lugar, mas é super bonito. Logo em seguida, pegamos aquela fila marota que mencionei lá no começo do post e acabamos atrasando a chegada em Galway.
 
Chegamos em Galway no finalzinho de tarde e tava uma delícia o clima, apesar do vento, tinha um solzinho, tinha vários artistas de rua fazendo apresentações, os pubs estavam bem movimentados e as ruas cheias de vida. Eles estão na maior campanha por lá, porque foram designados para ser a Capital Cultural da Europa em 2020 e tem muitas faixas e cartazes convidando as pessoas a participarem do movimento. O centro parece bem pequeninho, colorido e agitado. Claro que lembra Dublin, mas tem suas particularidades - sabe que tem algumas ruas e becos que me lembraram muito Ouro Preto? Acho que é essa vibe meio universitária, meio turística, com várias lojinhas de comércio pequenas e as ruas estreitinhas. Deu até uma saudadinha de Minas!
 
 
 
 
 
 
 
 
 

  
Sei que sempre me passo na hora de montar esses posts porque quero colocar 1538 fotos, mas tudo bem, espero que vocês tenham gostado de acompanhar nosso passeio! Foi um tour bem bacana e já estamos pensando nas próximas viagens ❤ Me acompanhem no Instagram pra saberem de tudo primeiro! Beijos.

06/09/16

Um salto pelas 32 regiões da Irlanda

Oi, gente! Tudo bem? Assisti hoje um vídeo compartilhado pelo E-Dublin que me deixou com muita vontade de conhecer toda a Irlanda. Antes de fazer meu intercâmbio aqui pra Dublin, eu sabia que nós não teríamos uma conexão tão forte, eu falo isso porque apesar de amar história, amar as construções antigas, amar tempo maluco e frio, parece que falta alguma coisa. Talvez seja a quantidade absurda de brasileiros, talvez seja a dificuldade de achar um lugar legal pra morar, talvez seja o superfaturamento em algumas coisas... Dublin tem um certo vazio que foi preenchido às pressas e parece que tá sempre tentando facilitar algumas coisas porque ninguém realmente daria muita bola pra cá. Não acho que eu seja uma pessoa tão negativa, acho que eu sou mesmo é bem crítica e gosto de observar as coisas/comportamentos em geral. Claro que estou listando as coisas que me fazem não sentir a conexão, mas também tem muitas coisas positivas (que inclusive me fazem pensar em renovar o intercâmbio aqui). De qualquer maneira, vivendo num lugar por algum tempo, vamos perdendo a sensibilidade e a motivação de ver algumas coisas, mas agora que tô chegando nessa reta final do intercâmbio, fico pensando que ainda tenho muitas coisas pra ver e conhecer por aqui.
Esse cara ficou morando 2 anos no Canadá e decidiu fazer esse tour quando ele voltou pra Irlanda


É engraçado, porque eu amo viajar e passear, mas tendo a preferir cidades maiores do que interior - mas entenda, eu gosto de ir, não importa pra onde - sempre fico justificando isso falando que sou de Florianópolis e que estou, de certa maneira, acostumada com paisagens bonitas, porque sempre acho que pessoas que não vivem no litoral ou em lugares com certo ~contato com a natureza~ tendem a se impressionar muito fácil com qualquer coisa, mas sei que isso é bobagem e tem mais a ver com o mood, tem dias que a gente queria estar na praia, tem dias que a gente queria estar num grade centro, tem dias que a gente queria estar isolado numa montanha. Esses dias eu tava ouvindo uma menina irlandesa no ônibus falando que ela nunca sabe dizer qual é a estação do ano que ela mais gosta, porque quando começa uma ela aproveita e quando tá pra terminar ela já não suporta mais aquela e não vê a hora que a próxima estação chegue. E a vida é isso mesmo, não dá pra viver num extremo ou assumir certas coisas como amor/ódio, porque tudo tem seu momento e nada é simplesmente preto no branco. Sempre existem mil nuances, momentos, e de vez em quando mudamos totalmente de opinião e queremos até fugir das coisas que mais nos representam ou tendemos a gostar. E acho que isso é muito bom pra vermos as coisas de outras perspectivas e abrir/esvaziar um pouco a cabeça, largar as preocupações e parar de achar que tem que ficar se definindo e se reafirmando sempre de acordo com as coisas que são muito obviamente a nossa cara.
counties
Pode parecer louco, mas mesmo estando aqui há pouco mais de cinco meses, a gente conhece bem pouco da Irlanda. Quero dizer, a gente sempre procura fazer passeios legais em Dublin e conhecer novos lugares por perto, mas só passamos por Wicklow, Kildare, Meath, Dublin e umas duas ou três regiões da Irlanda do Norte, quando fizemos a excursão. Estamos planejando ir para outras regiões mais famosas, mas nada certo ainda - ok , temos que considerar que não estamos aqui de bobeira, né? Estudamos e trabalhamos (com horários que não ajudam muito) e fica complicado sair mais por conta disso, também. Enfim, tudo isso pra compartilhar com vocês esse vídeo super legal e essa ideia de conhecer melhor o que temos por perto, fazer uma forcinha pra passar por cada lugar e perceber sua beleza única. Espero compartilhar mais passeios/viagens com vocês em breve :) Beijos!

02/09/16

TV Brilho de Aluguel: Diário de Intercâmbio #8

Oi, gente! Tudo bem? Sei que ando sumida, e inclusive sei que esqueci de compartilhar por aqui o vídeo de Diário de Intercâmbio do mês passado. Por isso, vou fazer esse diário duplo, com os dois últimos meses, seguidos (se vocês já estão inscritos lá no canal do blog, provavelmente já acompanharam tudo nas datas certas hehe). Enquanto muita gente tem reclamado que o mês de Agosto não termina, pra mim ele passou muito rápido, mesmo - viajei, tô estudando, trabalhando bastante, preocupada com as decisões futuras e quando me dou conta, já se foram cinco meses de Irlanda! Vem saber mais detalhes:
Links mencionados no vídeo: Excursão Irlanda do Norte / Bibliotecas em Dublin 

Links mencionados no vídeo: Londres Dia 1 / Londres Dia 2 / Londres Dia 3 / Hostel em Londres / Custo da viagem pra Londres / Doente no Intercâmbio

 

Espero que vocês estejam gostando de me acompanhar - e se estiverem cansados dos meus vídeos de viagem e intercâmbio, aceito sugestões com outros temas pra gravar! Se inscreve lá no canal pra saber de tudo primeiro e não esquece de dar like nos vídeos pra me ajudar a continuar gravando :) Beijos.
 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2016 | By Thayse Stein