25/08/16

TV Brilho de Aluguel: Custo da minha viagem pra Londres

Sim, a gente passa perrengue, mas a gente também passa bons momentos E isso é a vida. Vim falar pra vocês da minha viagem pra Londres, que aconteceu no final de julho pro começo de agosto deste ano - contei todos os gastos e acho que isso pode ajudar quem tá pensando em organizar uma viagem do tipo! Claro que fomos super econômicos e mesmo assim não foi a coisa mais barata do mundo, mas é de domínio público que Londres é uma cidade cara, né? No geral, fomos bem controlados e aproveitamos ao máximo.

Links mencionados no vídeo: Diário de viagem dia 1 / Diário de viagem dia 2 / Diário de viagem dia 3 / Resenha do Hostel



YAY, espero ter inspirado vocês! O que acharam dos nossos gastos, vocês costumam gastar mais ou menos isso (e com as mesmas coisas)? Se tiverem dicas de como poderíamos economizar ainda mais, pode deixar aqui nos comentários, vamos trocar figurinhas. Beijos. 

23/08/16

TV Brilho de Aluguel: Doente no Intercâmbio - Seguro de Saúde

Oi, gente! Tudo bem? Há alguns dias atrás, postei lá no canal um vídeo contando a minha experiência de ter ficado doente no intercâmbio - e de ter precisado ir para emergência de um hospital aqui em Dublin, na Irlanda. Estou compartilhando aqui com vocês, porque sei que pode ser interessante pra quem tem dúvidas sobre o seguro obrigatório, o que ele cobre e como funciona.


 
Espero muito poder ajudar quem tem dúvidas em relação a isso, mesmo tendo que relatar essa situação complicada. Agora já estou bem melhor (acredito eu, haha). Não se esquece de se inscrever lá no canal do blog, pra saber de tudo primeiro! Beijos.

22/08/16

Testando: Smoothie Star Body Lotion - Soap & Glory

Continuando a saga para falar mais sobre os produtos da Soap & Glory que mostrei nesse vídeo, hoje vim falar sobre o Smoothie Star, um creme hidratante pro corpo (que estou intercalando com uma body butter também da marca - e pretendo falar dela mais tarde por aqui). Se você perdeu o último post, é só clicar aqui e conferir a resenha do esfoliante Sugar Crush :)
 
Acho engraçado que na embalagem desse produto tem um alerta dizendo que ele não é comida e depois de sentir o cheirinho do hidratante, dá pra entender bem porque eles colocam o tal do aviso! Ele tem um cheirinho doce, mas não enjoado, lembra cookie, não sei explicar muito bem - é diferente de todos os hidratantes que já experimentei. Mas é muito gostoso, mesmo. Segundo a embalagem, ele é uma mistura de óleo de coco, manteiga de karité, amêndoas, cacau, iogurte, aveia e mel.
 
Ele tem uma textura bem leve e cremosa, logo depois de aplicar, pode dar aquela sensação de "pele melecada", mas isso não me incomoda. E mesmo sendo mais levinho, achei a hidratação bem potente e acho que ele ~segura~ por um bom tempo na pele, dando uma sensação boa de maciez.
 
A embalagem é simples - com aplicador pump (e aquela travinha de girar), porém muito bonitinha, no mesmo estilo retrô de todos os produtos da marca, cheia de elementos/fontes/cores vintage, o que acho um amor. Não precisei levar em mala ou bolsa, então não sei dizer se é 100% segura.
 
A embalagem com 500ml saiu por €9 (porque peguei uma promoção na Boots) e pra mim valeu muito a pena - ele rende super, ainda tá praticamente cheio e eu uso pelo menos umas três vezes por semana. Espero que tenham gostado de saber mais sobre o produto! Beijos.
 

19/08/16

TV Brilho de Aluguel: Gastos mensais no intercâmbio

Oi, gente! Tudo bem? Essa semana me dei conta que eu não tenho compartilhado os meus últimos vídeos do YouTube aqui com vocês, porque a vida anda mesmo muito corrida (e o tempo tem passado voando - o que às vezes é ótimo, e às vezes nem tanto). Mas ok, acho que ainda é válido mostrar por aqui um dos meus últimos vídeos lá do canal, falando sobre todos os meus gastos fixos e alguns avulsos, no intercâmbio. Espero que vocês curtam:

  


Me contem o que acharam! Acham que meus gastos são ok ou eu poderia economizar mais? Alguém aí que já fez intercâmbio teve gastos parecidos? Vamos trocar figurinhas. E não esqueçam de se inscrever no canal pra saber de tudo primeiro, direto por lá. Beijos.

14/08/16

Diário de viagem: Londres (dia 3)

Oi, gente! Tudo bem? Finalmente, vim falar sobre nosso último dia (útil) em Londres - porque no quarto dia só fizemos check out e fomos de madrugada para o aeroporto, pegar o voo de volta pra Dublin. Acordamos cedo, tomamos café e fomos direto pro Museu Madame Tussauds (o museu de cera, que tínhamos tentado ir no dia anterior), chegamos lá quando ele tinha recém aberto e pegamos uma fila bem pequena (só fiquei chateada que eles não tem descontos pra estudantes, mas como compramos junto a entrada para o London Eye, ficou bem mais barato).
 
 Preciso confessar que eu não tinha muita certeza se ia curtir o museu, porque achei que eram "apenas" as estátuas de cera (que são muito legais, mas não sabia direito o que esperar). Mas o museu estava com uma espécie de apresentação teatral do Sherlock Holmes (que tínhamos que ir passando em várias salas pra ver a solução de um caso - e foi bem interessante), tem uma parte do museu que tem um trem, que vai passando por uma parte da história de Londres, bem creepy, porém bacana. Vimos também uma pequena exposição sobre como são feitas as estátuas, com as etapas do processo.
 
 No final, eles tem uma seção toda dedica pro Star Wars e tem um cinema 4D dos super heróis da Marvel (com uma história curtinha e especial, de animação, que se passam em Londres). No geral, é bem interativo e tem várias coisas pra ver, por isso eu acho que vale o ingresso (e como só pagamos pra entrar em dois lugares durante a viagem inteira, compensa). A parte de souvenir deles é um amor, eles tem muitas coisas legais.
 
Saindo do museu, fomos almoçar (num japonês chamado Wasabi, que vende uns combos prontos muito bons e por um preço ok) e seguimos em direção ao Piccadilly Circus (a praça famosa, onde as ruas Regent's Street, Shaftesbury Avenue, Piccadilly e Haymarket se cruzam). Na região existem vários teatros e várias lojas muito famosas (eu diria que todas as lojas famosas que a gente pode imaginar, ficam por ali por perto). Caminhamos nas redondezas e fomos para a mega store da M&M's
 
 
 
 
 
 
 
Gente, que loja incrível. Eles vendem de tudo! Você pode comprar M&M's de todas as cores e sabores (tem aqueles dispensers enormes), acessórios, itens de papelaria, itens de decoração, utensílios domésticos, souvenir, roupas, pijamas, presentes, enfim, muita coisa mesmo (tem três andares). Mesmo para quem não quer comprar nada, vale a pena pra visitar e conhecer, é muito bonitinha a loja.
 

 
 Logo ali do lado, fica o bairro chinês (Chinatown), então aproveitamos para passar por dentro dele e ver as ruas, lojas, decorações típicas. De lá, seguimos para a National Portrait Gallery (que fica anexa a National Gallery - e esta estava lotada) e adivinha o que encontramos lá? Sim, a coleção de portraits da dinastia Tudor - mais um monte de retratos famosos - quase tive um treco, óbvio. Saindo de lá, fomos em direção a London Eye (mas tava chovendo bastante e a fila tava imensa, aí paramos numa Starbucks, pedimos um café e esperamos a chuva passar, para depois voltar pra lá). E foi lindo, outro passeio que mesmo sendo pago vale muito a pena.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Como estávamos muito cansados e voltou a chover, pegamos um ônibus numa estação ali pertinho e voltamos pro Hostel, para dormir um pouco). Quando acordei, vi que ainda dava tempo de ir numa papelaria chamada Paperchase que ficava mais ou menos perto dali que eu queria muito conhecer - e então, carreguei o Filipe pra lá (e gente, ainda bem que ele foi comigo pra me segurar, porque eu mal entrei meu coração acelerou, passei mal, queria embalar a loja e levar pra casa, só isso - loucos por papelaria vão me entender). É uma loja de três andares maravilhosos com todas as coisas mais legais do planeta Terra, apenas. Eu nem consegui fazer fotos, filmar lá dentro, nem nada, eu estava comovida, emocionada.
 
Depois dessas emoções fortes, voltamos pro hostel, arrumamos as coisas e já deixamos tudo organizado pra ir embora. Eu já tinha falado milhões de vezes que Londres era uma das cidades que eu mais queria conhecer no mundo e eu nem acredito que realizei esse sonho, claro que ela se tornou uma das minhas cidades favoritas da vida, é tudo muito maravilhoso. Estou pensando em fazer um post só com os tópicos de todos os dias e deixar aqui como sugestão de roteiro de viagem de três dias em Londres, o que vocês acham? Espero que tenham gostado de viajar junto comigo Beijos!


12/08/16

Na wishlist: Coleção Pusheen + Claire's

Estava eu no Facebook de bobeira, quando de repente me deparo com um anúncio da Claire's (uma loja de acessórios dos Estados Unidos) dizendo que tinha acabado de chegar a coleção do Pusheen The Cat nas lojas europeias da marca. Foi o anúncio mais bem sucedido da história, porque eu nem terminei de ler já sai clicando e tenho namorado o site da marca desde então. Vim compartilhar meu drama com vocês e sei que todos que amam o Pusheen vão sofrer como eu
 
 Separei meus itens favoritos (quase todos da loja, haha) e criei uma wishlist:
 
 01. Adesivos €4.50 / 02. Caderno €9.99 / 03. Caneca €11.99 / 04. Marca texto colorida €5.99 / 05. Borrachas €5.99 / 06. Estojo €11.99 / 07. Canetas de gel €5.99 / 08. Garrafa €12.99 / 09. Mochila €34.99
 
Tem como não amar o Pusheen? É muita fofura. Para quem ficou curioso, pode ver tudo lá direto no site da loja. Espero que tenham gostado da lista e me contem qual o item favorito de vocês. Beijos!

08/08/16

Diário de viagem: Londres (dia 2)

Oi, gente. Tudo bem? Hoje vim falar sobre nosso segundo dia em Londres (perdeu o primeiro post? Dá uma olhadinha lá), que foi um domingo. Nesse dia, pensamos em ir até a Abbey Road caminhando, mas acabamos desistindo da ideia porque ia ficar meio fora de rota e nós optamos por ver outras coisas (fica pra uma próxima, né?). Então saímos cedo do hostel e fomos em direção a Camden Town - foi a melhor coisa que fizemos, porque eles tavam montando a feirinha e tava bem tranquilo caminhar por lá, a hora que saímos já estava a maior muvuca de turista. O dia tava muito bonito, com céu bem azul e colaborou muito com nossas andanças.
 
A caminho de Camden encontramos um rapaz vestido de Ash e outro vestido de Charmander, capturando pokemons e depois, encontramos um cara vestido de Chapeleiro Maluco colocando uma mesa de chá no meio da rua. Muito engraçado. Eu fiquei apaixonada pelo lugar, as lojas tem uma estética bem apelativa, com a fachada cheia de objetos gigantes em 3D, tem muita coisa diferente, banquinha de camiseta "artesanal", roupas e acessórios pros mais diversos gostos. É bem legal caminhar por lá, a atmosfera é bacana e tem um canal que atravessa a região... a paisagem é linda.
 
 
 

 

 
Saindo de Camden, fomos em direção ao Regent's Park e sentamos um pouquinho por lá (já é um dos meus parques favoritos da vida, é muito tranquilo e bonito), tem vários espaços pra fazer piquenique ou só ficar a sombra de uma árvore, bem delícia. Depois atravessamos ele em direção ao Queen Mary's Rose Garden e foi uma surpresa, é muito maravilhoso esse lugar, vale muito a pena visitar lembrei muito da minha mãe que é apaixonada por jardins e por flores.
 
 
 
 
 
 
 
 De lá, seguimos para a Baker Street, rua do Sherlock Holmes - até compramos uma plaquinha decorativa igual a da rua, muito amor (tem um museu dedicado a ele no endereço oficial, 221b, mas a fila pra entrar tava imensa e pulamos - nesse dia também tínhamos pensando em ir ao Museu de Cera, mas deixamos pra segunda-feira porque a fila tava quilométrica, de assustar). Decidimos, então, almoçar e paramos numa Pizza Hut no caminho (que tinha um esquema muito legal de buffet free de salada cheio de opções pra quem pedisse qualquer prato da casa). Depois do almoço, fomos em direção ao maior parque de Londres, o Hyde Park (que estava cheio demais, não consegui nem achar ele muito bonito), atravessamos ele, demos uma passadinha na Harrods (a mais luxuosa e exclusiva loja de departamentos do mundo) só pra conhecer e seguimos para o Victoria & Albert Museum.
 

 
 
 
  
 
Quando organizei o roteiro da viagem, nem tinha certeza se iríamos passar no V&A Museum, mas quando estávamos passando pra ir pro Museu da História Natural, decidimos entrar e foi a melhor decisão da vida! Agora, ele é um dos meus museus favoritos, tem coisas do mundo inteiro e ainda tava acontecendo uma exposição sobre moda muito maravilhosa, chamada Undressed. Imagina se tinha como eu não ficar apaixonada Para entrar no Museu da História Natural (gente, a construção dele é muito maravilhosa, cheia de detalhes e ele é gigante, muito incrível ver ~pessoalmente~) pegamos uma filinha relativamente rápida, mas o museu estava absurdamente cheio de gente. Pelo menos consegui ver os dinossauros, que sempre quis (vale lembrar que em nenhum desses museus precisa pagar entrada).
 

 

 

 
Seguimos a jornada em direção a Notting Hill e demos umas voltinhas pela região. É tudo muito bonitinho por lá. O tempo começou a fechar, então resolvemos pegar um ônibus de volta pro hostel (foi a melhor decisão da vida - achamos que o esquema ia ser como em Dublin, com pagamento só em moeda, mas descobrimos que eles só aceitam cartão, pode ser o Oyster ou um de débito mesmo, que foi o que usamos). Durante a volta, pegamos bastante fila e quando chegamos no hostel já estava quase escuro. Decidimos ir no Tesco comprar sanduíches e essa foi nossa janta, porque estávamos muito cansados pra pensar em sair ou qualquer coisa do genêro.
 
 
 
 
 
E assim terminamos nosso segundo dia em Londres, já com o coração apertado de saber que só teríamos mais um dia para aproveitar por lá. Nós fizemos algumas adaptações no roteiro original que levei - e quando programei já deixei brechas pra isso, porque lá na hora a gente sente que tá mais na vibe de fazer uma coisa e não outra, ou então sente que não tem mais pique praquele dia e prefere deixar pro dia seguinte (ou viceversa). Espero que vocês estejam gostando de acompanhar! Beijos.


 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2016 | By Thayse Stein