15/12/2017

Fotos do dia: Rotterdam

Oi, gente! Tudo bem? Domingo passado, eu e o Filipe fomos pra Rotterdam de trem, para conhecer a cidade. Sabíamos da possibilidade de neve, mas não colocamos muita fé... pra nossa surpresa, o caminho até lá estava todo branquinho, com neve da noite anterior. Quando fomos nos aproximando de Rotterdam, caiu uma neve pesada que perdurou o dia todo. Temos a sensação de que possamos ter visto neve outras vezes, mas sempre foi algo bem sutil e não dava pra ter certeza, mas essa vez foi lindo: a cidade estava toda branquinha! Logo que chegamos notamos que Rotterdam é bem diferente das outras cidades que vimos na Holanda, parece bem mais moderna, inovadora e com outras vibes. Mesmo com o vento e o frio, conseguimos ver as coisas que mais queríamos por lá (mas ficamos devendo uma visita pra conhecer outros pontos emblemáticos).
 

 









Todas essas fotos foram feitas com celular, pois fiquei com medo de molhar muito a câmera :(

Apesar de eu ter amado ver a neve, (afinal ela é algo incrível de se admirar da janela) sentir ela vindo com vento gelado na gente complica - os casacos ficam cheios de neve acumulada que logo viram água, as calçadas ficam escorregadias e mesmo com luvas e meias, as extremidades parecem mais congeladas do que nunca. De qualquer maneira, nós amamos a experiência e eu já tô torcendo por mais dias nevados. Se vocês quiserem saber mais detalhes sobre o nosso passeio, por onde passamos, onde comemos e as coisas que vimos, fica ligado lá no canal do blog que vai sair um vídeo sobre isso na segunda! Beijos.

14/12/2017

Fotos do dia: Leeuwarden (parte 2)

Oi, gente! Tudo bem? Semana passada já rolou post aqui com fotos de Leeuwarden, cidade que fica na Holanda e onde estou passando um tempo. Espero que vocês me aguentem com várias fotos daqui, porque não canso de andar pela cidade e admirar as construções, os estabelecimentos, os canais. É tudo super charmosinho (e está mais bonito ainda por conta do clima de Natal!) e se vocês querem ver mais fotos (e stories) além dessas, também podem me acompanhar lá no Instagram @brilhodealuguel









Mesmo estando super frio, bate aquela vontadezinha de sair pra caminhar e admirar as paisagens (nem que seja por pouco tempo). Ah, já quero fazer mais um milhão de posts só com fotos daqui, pode isso produção? Beijos!

13/12/2017

Vídeo: Roteiro em Amsterdam pra poucas horas

Oi, gente! Tudo bem? O último vídeo que saiu no canal do blog (vem se inscrever!) foi mostrando pra vocês um roteirinho bem básico de poucas horas em Amsterdam, tudo a pé e super econômico. Vale lembrar que já fiz post aqui de lugares pra ver em Amsterdam e também sobre minhas primeiras impressões da cidade. O vídeo ficou super rapidinho e dinâmico, espero que gostem:



Me conta o que achou e já aproveita pra deixar seu like nesse vídeo! Muito obrigada por assistir. Beijos!

12/12/2017

Primeiras impressões de Amsterdam

Sábado estive passeando em Amsterdam pela primeira vez (já tinha passado pela cidade outras duas vezes, mas fiquei só nos arredores do aeroporto). Certa vez, conversando com uma holandesa, ela me disse que Amsterdam não é realmente a capital da Holanda, mas sim The Hague - mas depois encontrei essa informação dizendo que na verdade ela é, e que o parlamento apenas fica na outra cidade. Ou seja: existem divergências. Outra informação que essa holandesa me passou é que a torta de maçã não é um prato tradicional dutch, embora eu acreditasse que era e sempre quis comer uma torta de maçã em Amsterdam - e mesmo assim, o fiz...  como não amar uma boa torta de maçã, mesmo que não seja típica? Pensando nesses conceitos prévios, resolvi escrever esse post contando minhas primeiras e particulares impressões de Amsterdam - tudo baseado na minha primeira visita de pouco menos de 5h, em dezembro, com direito a chuva de granizo.
Amsterdam é uma cidade bem turística, e assim como Londres, tive a sensação de que ela está sempre cheia demais, sabe? Nada que atrapalhe a beleza, ou afete o passeio na cidade em si, mas as calçadas são estreitas, muitas vezes está superlotada e você tem que tomar muito cuidado ao querer ultrapassar alguém, pra não cair na ciclovia e acabar esbarrando em alguém de bicicleta, ou se machucando. Durante a visita, vimos vários quase-acidentes acontecendo por conta disso.

Ao mesmo tempo que é uma cidade super turística, é a maior cidade da Holanda e uma das maiores aglomerações urbanas da Europa. Por isso, além dos enormes grupos de turistas nas ruas, soma-se a isso milhares de pessoas apressadas indo pra lá e pra cá, seguindo suas vidas rotineiras (esse aspecto também me lembrou bastante Londres) - e isso é meio engraçado, de certa maneira. Estamos diante de pontos turísticos super emblemáticos, com muita gente deslumbrada em volta e outras pessoas seguem normalmente, na correria.
Outra coisa que observei, e isso talvez seja Holanda em geral, é que a bicicleta além de imperar como meio de transporte - e é muito louco ver estacionamentos lotados de bicicletas, bicicletas abandonadas em cantos, bicicletas nos rios, bicicletas em toda parte -, os ciclistas tem consciência de que a preferência é totalmente deles, e apenas dão sinal e se jogam, por saberem que os carros vão ser obrigados a parar e que os pedestres já estão avisados para andarem ligados em todos os sentidos, sempre.

Eu queria muito passear pelo Red Light District e sempre lia e ouvia as pessoas dizendo que era muito louco, que dividia opiniões... Mas, sinceramente? Eu não achei nada demais - é mais a atmosfera que criam do que a região em si. Claro que é inusitado, que vale a pena a visita, mas assim, não me provocou nenhuma emoção muito forte. Eu achava que era mais pesado, no sentido de vermos coisas ou cenas, mas quem já andou na Conselheiro Mafra em Florianópolis a noite já viu coisa bem mais doida, né? 😆 A única coisa que pensei realmente é que como as prostitutas ficam nas vitrines, elas podem vestir o que quiserem sem se preocupar com frio/vento.
Com certeza a cidade tem um peso histórico incrível e conta com tantos museus, que é preciso muito tempo e talvez, muitas visitas, para conhecê-la mais afundo. Eu amo cidades históricas e essa atmosfera me encanta muito, fico imaginando quantas possíveis coisas aconteceram ali, ao longo dos anos, séculos. Mas além disso, Amsterdam também é um centro pulsante de inovação, arte e movimentos acontecendo em várias partes da cidade, o que é lindo de ver!

Não consegui visitar nenhum museu no tempo que estive lá, e pelo que reparei alguns estão em reforma e operando com capacidade bem limitada, aceitando somente a compra de tickets online nesse período. Em geral, para visitar os museus tem que se organizar com bastante antecedência - eu cheguei a conferir as entradas pra Casa da Anne Frank, por exemplo, e já estava lotada pra todo o final de semana. E mesmo os que aceitam a compra na hora, tem os preços mais elevados e as filas são realmente grandes.
Gente, vocês não tem noção do quanto sonhei com essa torta de maçã, acima. Desde a primeira pesquisa que fiz sobre lugares pra visitar em Amsterdam, há anos atrás, eu achei o Winkel 43 e ficava desejando demais provar a torta deles! Chegando lá, pedi também o café com leite de soja, muito gostoso ❤ A apple pie é mesmo uma delícia,feita com canela e uva passa, acompanha creme. Como minha missão na terra é ser sincera, confesso que achei um pouquinho doce demais, mas a textura da massa e do recheio é incrível, vale a pena a visita.

Embora existam os coffee shops e muita gente vá pra Amsterdam pra conhecê-los (e na teoria deva-se usar a maconha somente lá dentro), o cheiro parece impregnado na cidade inteira, e isso às vezes incomoda um pouco, principalmente nas ruas menores ou mais cheias de gente... fica aquela marofa geral, sabe? Como é um cheiro bem peculiar, é fácil de reconhecer e logo acabamos meio enjoados por sentir com tanta frequência, mas pode ser que eu tenha pego um dia excepcional.
Ah, gente, que cidade encantadora e diferente. Eu gostei bastante de ter conhecido e já quero voltar muitas outras vezes para ver várias outras atrações por lá e revisitar os lugares que passei. Vocês já estiveram em Amsterdam? O que acharam? Beijos.

11/12/2017

Vídeo: Viajando de avião sozinha pela Alitalia

Oi, gente! Tudo bem? A pergunta que não quer calar é: vocês já são inscritos no canal? Isso me ajuda muito e vocês podem acompanhar todos os novos conteúdos em primeira mão ❤ É grátis e você está fazendo o bem! No vídeo que compartilho com vocês hoje, mostro todo meu diário de bordo - com a saída de Florianópolis, passando por Guarulhos, Roma e chegando em Amsterdam! Espero que gostem de acompanhar minha primeira vez de avião sozinha:

Deixa seu like nesse vídeo se curtiu, e pode deixar ideias/sugestões/críticas/reclamações pros próximos vídeos aqui, se vocês tiverem! Muito obrigada por assistir. Beijos.

10/12/2017

Fotos do dia: Rengerspark

Oi, gente! Tudo bem? Na sexta passada, eu e o Filipe fomos caminhar num parque aqui de Leeuwarden, na Holanda, e fizemos algumas fotos por lá. O parque é bem bonitinho e fica anexo ao cemitério histórico (desativado desde 1960 - uma senhora nos contou que ali está enterrado o pai da Mata Hari). Esse dia estava bem, bem gelado, mas foi gostoso caminhar pelo local que está todo num climinha super invernal.








Espero que tenham gostado! Beijos.

09/12/2017

Vídeo: Vou morar na Holanda?

YAAAY! Já começamos bem hoje, esse é o post de nº 1500 do blog! Que lindo completar tantas postagens aqui com vocês, nesse espaço. Mas vamos ao conteúdo: depois que gravei o vídeo falando sobre mestrados fora, e depois que o Filipe fez esse post com o diário de bordo dele até Leeuwarden, recebi muitas perguntas aqui no blog, no canal e por e-mail. Então, resolvi responder tudo nesse vídeo e contar uma novidade pra vocês. Ficou bem curtinho, espero que gostem de assistir:



Já aproveita e se inscreve lá no canal pra me ajudar e deixa seu like nesse vídeo! Muito obrigada. Ah, claro que vale a pena conferir esse post com fotos de Leeuwarden também! Beijos.
 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2017 | By Thayse Stein