24/02/2013

Dica de livro: Cinema - O mundo em movimento

Hoje vim falar um pouco sobre um livro que li semana passada, indicado pela minha professora de História da Moda Contemporânea. A obra foi escrita por Inácio Araújo, crítico de cinema do jornal Folha de S. Paulo, montador e roteirista cinematográfico e romancista. O livro foi lançado em 1995, mas li a 3ª impressão da 1ª edição, de 2002. Ao todo, são 103 páginas, divididas em 13 capítulos + cronologia.
O livro é super curtinho e didático e faz um resgate da história do cinema. É muito interessante perceber como os filmes foram sendo construídos ao longo do tempo, como as narrativas foram se modificando... Trouxe algumas imagens para ilustrar isso pra vocês. Abaixo, nº 1, o pequeno filme "A chegada do trem na estação de Ciotat", dos irmãos Lumière, que espantou os espectadores. Na imagem nº 2, o filme "Viagem à Lua" de Georges Méliès, o criador da trucagem (Méliès é retratado no filme A Invenção de Hugo Cabret, quem viu?). Na foto nº 3, o cineasta D. W. Griffith, criador da montagem. O filme "Ivã, o terrível" de Sergei Eisenstein, cineasta que dá grande valor a composição da imagem, está na imagem nº 4.
O autor ressalta o quanto o roteiro do filme "E.T. - o extraterrestre", de Spielberg, foi inovador para a época (imagem nº 5). "Metrópolis", de Fritz Lang, filme que até hoje serve de modelo, na imagem nº 6. A foto nº 7 mostra uma cena do filme "2001: Uma odisseia no espaço", um marco na história dos filmes de ficção científica. Na fotografia nº 8, temos o vencedor de melhor filme de 1992, "Os Imperdoáveis", que superou os clichês de faroeste.
Abaixo, os grandes gênios do humor: o primeiro comediante do cinema, o francês Max Linder (nº 9), Chaplin, que dominava a alma do cinema mudo (nº 10), Buster Keaton, que ficou conhecido como "o homem que nunca ri" (nº 11) e, os grandes artista dos cinema falado, os irmãos Marx (nº 12).
O cinema adulto europeu, que emerge no final do século 10 e traz filmes realistas com inspirações em temas fantásticos, como "O Gabinete do Dr. Caligari", de 1919 (imagem nº 13) e "Nosferatu", de 1922 (imagem nº 14). Com o advento do som nos filmes, os musicais explodiram. Na imagem nº 15, o filme "Cantando na Chuva" e na imagem nº 16, "Cabaret".
 O inovador "Cidadão Kane", de Orson Welles, um marco na história do cinema, na foto nº 17.  Na fotografia nº 18, um filme clássico, tradicional e dramático, "Ladrões de bicicletas" de Vittorio de Sica. O diretor Rossellini aposta nas filmagens fora do estúdio e nos atores desconhecidos em "Roma, cidade aberta", na imagem nº 19. Na Nouvelle vague, a interpretação busca um tom coloquial, sem dramaticidade excessiva. como em "Alphaville", de Godard (imagem nº 20).
Para finalizar, os grandes cineastas brasileiros que marcaram época: na imagem nº 21, Nelson Pereira dos Santos, na foto nº 22, Glauber Rocha (que inventou a ideia de "uma câmera na mão e uma ideia na cabeça"), na imagem nº 23, Mário Peixoto e na fotografia nº 24 Humberto Mauro, esses dois últimos, expoentes do cinema brasileiro nos anos 20 e 30.
O livro é muito interessante, dá pinceladas sobre as funções do diretor, roteirista, diretor de fotografia, continuísta, fala sobre os tipos de planos, decupagem e outros assuntos. Vi para vender no site Estante Virtual. Super recomendo para quem tem algumas horinhas livres no dia e adora cinema, é super rápido e tranquilo de ler! 
"Nossa natureza está no movimento; o inteiro repouso é a morte" (Pascal).

Beijos!

7 comentários:

  1. Thayse, fiquei muito curiosa em ler esse livro.
    big beijos
    Lulu On The Sky

    ResponderExcluir
  2. Achei super interessante.. O livro deve ser incrível!!

    beijos!!
    http://pamlepletier.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Achei bem interessante, adorei a dica!
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Obrigada ♥.♥

    Que liiindo, eu quero <3

    Instagram: ferdallan
    http://www.leferblog.com

    ResponderExcluir
  5. Gostei da dica!! Seguindo seu blog, agradeceria se retribuísse, beijoss. blogando-comlalu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Que legal, muito boa a dica.
    Eu gosto bastante de cinema e gostaria de ler esse livro, mas um pra lista.

    bjOos

    decahaz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Os comentários estão sendo moderados, mas responderemos assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2017 | By Thayse Stein