12/04/2013

Para eles: História da roupa íntima masculina (parte 1)

Fiz um trabalho na faculdade, recentemente, sobre roupa íntima masculina no século XX, com uma colega. Achei interessante e resolvi contar um pouquinho aqui pra vocês, começando pela primeira parte, até os anos 50. Se vocês aprovarem, posso colocar a segunda parte, até os anos 2010.
Nos anos 1900, a roupa íntima masculina eram os Union Suits, peças únicas, tipo um macacão justinho, feito de malha flexível. A peça era muito quente e desconfortável.
Em 1910, a Chalmers Company cria um conjunto de duas peças, ceroula + camiseta, que se uniam por botões, formando um único traje. Durante a Primeira Guerra Mundial, foram inventadas as cuecas estilo samba canção, que eram feitas em tecido de algodão plano e fechadas por botões. As peças passaram as ser mais confortáveis e arejadas.
Em 1920, as cuecas passaram a ser produzidas em nainsook, um tecido de algodão, de origem árabe (que já era muito usado na confecção de camisolas femininas e roupas de bebês). As cuecas boxers surgem nessa década, como versões mais curtas das ceroulas de malha...
Nos anos 1930, os fechos de botão são substituídos por faixas elásticas na cintura. Em 1935, as primeiras cuecas tipo slip foram vendidas nos Estados Unidos pela Cooper. Esse tipo de cueca em formato "Y" foi inspirado num cartão postal da Riviera Francesa, com a foto de um homem num traje de banho estilo bikini, recebido pelo dono da Cooper.
Durante a Segunda Guerra Mundial, as cuecas dos soldados eram tingidas de verde escuro, para não chamarem atenção quando estivessem estendidas nos acampamentos. É a primeira vez que as roupas íntimas masculinas ganham cor.
Durante a Segunda Guerra Mundial, os botões reaparecem nas cuecas. A escassez de borracha faz com que as empresas não produzam mais peças com elástico na cintura. Logo que a guerra termina, os elásticos retomam seus lugares na produção das cuecas. Em 1947, a empresa Jockey passa a colocar a marca estampada no elástico da cueca, adotando o slogan "Procure pela marca na faixa".
Nesta época também que a sanfonização (processo que impede que o tecido encolha após lavado) começa a ser aplicada na confecção das cuecas.
Na foto, James Dean, que é considerado um ícone cultural, como a melhor personificação da rebeldia e angústias próprias da juventude da década de 1950.
As cuecas começam a receber cor, definitivamente. Novos tecidos sintéticos e artificiais, como naylon e raiom, foram adotados e novas cores e estampas passam a fazer parte do guarda-roupas masculino.
As camisetas deixaram o guarda-roupa íntimo e ganharam lugar de destaque nas ruas. Representavam a contestação e rebeldia dos jovens americanos no pós-guerra.

E aí, já sabiam um pouco sobre a história das roupas íntimas masculinas? Querem continuar acompanhando?  Nosso trabalho também abrangeu as roupas de banho masculinas, se vocês quiserem posso contar tudo aqui! Beijos.

23 comentários:

  1. Que interessante, não sabia disso

    www.metadefutil.com

    ResponderExcluir
  2. Estamos tão acostumada a ver a historia da moda feminina e tudo mais, mas não tinha visto ainda de homens! Adorei!
    Quero ver a segunda parte já HAUISHASA

    Beijos
    http://heyealaysa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. que interessante, curti em saber mais essa!!

    http://anitamakingof.blogspot.com.br/2013/04/testei-american-oil-oleo-de-ojon-da.html

    ResponderExcluir
  4. Oi, Thayse!

    Estava aqui dando uma olhada nos posts do seu blog, que acabei de conhecer. Muito legal! Bem acima da média. Vou seguir e voltar aqui sempre.

    Beijos,

    Helô
    http://tomboyvsgirlie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Thayse, posta a outra parte sim pois é bem interessante. Já quero saber o restante da história.

    Adorei o post!

    Beijos, Romário.
    www.naomeentendamal.com.br

    ResponderExcluir
  6. e cada vez mais o item foi diminuindo diminuindo... iahuahauhahauaauhaa

    bjs

    http://compradoraweb.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Acho que no começo eles sentiam muito calor, viu? Pois a roupa é super fechada e também devia dificultar de ir ao banheiro quando o cara tava apertado, porque tinha muita roupa pra tirar, rs. Com o calor que tá fazendo, daqui a pouco não existirá mais roupas íntimas, rs.
    Beijinhos

    Hipérboles
    @hiperbolismos

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post, bem informativo.
    Meu namorado sempre usa cueca box da cavaleira. eu acho tudo de lindo (6)

    beijos :*

    ResponderExcluir
  9. Thayse achei mega interessante esse post!!!
    Gostei muito!!!!
    Bjs


    www.digoporai.com

    ResponderExcluir
  10. wow que interessante, me amarro em posts com historia da moda, não sabia de nada sobre esse assunto, achei muito legal vc compartilhar aqui, espero a segunda parte, Beijos

    ResponderExcluir
  11. Nossa...nem fazia ideia disso tudo! Gostei muito da postagem, informativa e completinha! Quero ver mais sobre...pode postar que adoro ler.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  12. kkkkkkkkk dá pra acreditar que eles usavam um tipo de "segunda pele", que louco né

    Adolecentro

    ResponderExcluir
  13. Achei muito interessante a pesquisa! É sempre legal conhecer sobre a história da moda. Beijinho!

    ResponderExcluir
  14. Adorei Thayse!!
    Não sabia de nada disso, nunca parei para pensar na história das roupas íntimas hahaha
    Quero ver a continuação!!


    Beijos,
    Ana.

    ResponderExcluir
  15. Que legal hahah
    Ainda não sabia nada sobre isso, adorei.
    Beijos.
    http://pandainvertido.com/

    ResponderExcluir
  16. Bem legal e engraçado esse post!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Primeiramente, amei seu blog, estou participando e curti no facebook. Segundamente, rsrs, amei o post, não sabia nada sobre a história da roupa íntima masculina e amo o James Dean então a foto dele no post me ganhou!
    Beijos!
    Raquel Mota.
    www.acessoriosecafeina.com

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia nada dessa história, achei muito interessante! hehe

    Beijos,
    Stéphanie
    http://blog-fabulous.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu adorei esse post,não sabia nada sobre a história da evolução da roupa íntima masculina.

    Pelas imagens percebo o quanto a peça foi modificada até chegar aos modelos atuais e o quanto era desconfortável!

    Que tal falar sobre a história dos nossos amados soutiens?Adoraria ver a evolução dessa peça,como as mulheres se viravam na década de 20?

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Muito interessante. Parabéns pelo post. Bj

    ResponderExcluir
  21. Também gostaria de saber mais sobre a história!
    Muito bom.
    Abraços

    ResponderExcluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Os comentários estão sendo moderados, mas responderemos assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2017 | By Thayse Stein