23/08/2013

Pensando sobre a Moda na Lei Rouanet

Desde ontem, tenho lido notícias a respeito da Lei Rouanet de incentivo e desenvolvimento cultural. O caso que gerou mais polêmica foi o seguinte: O estilista Pedro Lourenço, que levará duas coleções pra apresentar em Paris no ano que vem, recebeu autorização para captar R$2,8 milhões (o maior valor entre os três estilistas que entraram com pedido de aprovação do projeto). Herchcovitch e Ronaldo Fraga também receberam apoio do projeto, com valores acima de R$2 milhões.
Os projetos não tinham passado na avaliação da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (Cnic), quando foram apresentados em junho deste ano. No início de agosto, sete conselheiros votaram contra o projeto e sete se abstiveram. A empresa que propôs o incentivo aos desfiles recorreu da decisão e dois dias depois, a ministra Marta Suplicy reverteu a determinação da comissão e aprovou o projeto.
Em nota, Marta Suplicy argumentou que o incentivo vai fortalecer a imagem do país no exterior: "O Brasil luta há muito tempo para se introduzir e ter uma imagem forte na moda internacional. Essa oportunidade tem como consequência o incremento das confecções e gera empregos. E é um extraordinário 'soft power' no imaginário de um Brasil glamouroso e atraente".
Achei interessante a manifestação de Disney Rezende, que apresentou o projeto de Pedro Lourenço: "Não há problema algum nisso. Qualquer um pode propor. A lei garante desenvolvimento cultural considerando as diferentes linguagens artísticas". Mas, por outro lado, tivemos manifestações preconceituosas da Folha, (além dos títulos, frases e palavras carregadas de cisma e repúdio) que publicou que na apuração, observou que a comissão rejeitou o projeto "pelo fato de não deixar claro como democratizar o acesso da população ao desfile e por haver dúvidas em relação ao custo-benefício. O público para cada desfile é de 300 pessoas" e que "Os cofres públicos do país deverão bancar a realização de dois desfiles na França".
A corrupção reina nesse país, milhões de decisões inúteis são tomadas nos congressos e quando aparece algo que vale a pena falarmos, intervirmos e pensarmos sobre, tenho que me manifestar aqui. Lógico que tenho meus questionamentos em relação aos desfiles, ao elitismo da moda e toda essa produção duvidosa. Mas não dá pra negar que ele é uma realidade dentro desse nosso sistema, uma indústria, assim como a indústria musical, teatral e tantas outras que envolvem a cultura. Envolvem não só a cultura, mas as pessoas e toda a produção que culmina num desfile, todo sistema de empresas, empregos, de pessoas, antes de chegar nas passarelas. Não consigo entender esse preconceito com a moda, essa atmosfera que criaram pra deixar nas entrelinhas que isso está errado e que moda não é cultura (!). Podíamos discutir muito e claro que esse assunto rende muito pano para a manga, mas quero saber a opinião de vocês. O que pensam sobre isso tudo?!

10 comentários:

  1. Infelizmente o país é marcado por corrupção. Espero que essa lei realmente ajude.
    Big beijos

    ResponderExcluir
  2. Eita, que babado heim! Podiam investir esse dinheiro em mim ahauhauhauhua.

    ♥ Blog Cerejas no Topo:
    http://www.cerejasnotopo.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Thay,
    Confesso que eu estava por fora dessa lei, e fiquei feliz ao receber a informação aqui. Acredito que, no Brasil, há muito interesse, profissionais e talentos no 'mundo da moda', mas não há dúvidas de que falta espaço e valorização. A moda ainda sofre preconceitos, e me parece que uma grande maiora das pessoas lida com a moda como uma 'coisa nova, um bicho de sete cabeças'. Me parece que nossa cultura simplesmente excluiu a moda como forma de expressão...
    Beijo
     Just Carol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Carol. É tão absurdo que fico com raiva, sabe?! Mas acho que precisamos fazer com que esses assuntos ganhem dimensões maiores, precisamos debater e pensar sobre como a moda É parte daquilo que somos como indivíduos, como sociedade, como cultura. Enfim, obrigada por ter lido e deixado sua opinião! Beijos ♥

      Excluir
  4. Estava por fora do que está acontecendo, não sabia disso!
    Infelizmente, a corrupção está presente em todo lugar :(

    Beijo,
    www.needwantwish.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu não sabia dessa e confesso que li teu post umas 4 vezes para tentar comentar algo decente kkkk, mas fica pra próxima ushaushau.
    Como estou por fora, não tenho como comentar algo digno.
    http://www.valeuapenaesperar.com/

    ResponderExcluir
  6. oooi,
    cada vez a corrupção fode mais a nossa vida :s
    bjs bjs ;*

    pitadasdeestilo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Também não entendo o porque do preconceito, já que investem tanto em futebol neah?!
    Parece que a única cultura aqui do Brasil é o futebol, bebida e mulheres..

    --'

    http://pamlepletier.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Complicado...é um valor bem alto para sair do cofre público para um desfile fora do país. Sei da importância para a moda brasileira, talvez vale realmente o gasto (investimento) para mostrar ao mundo que nossa moda deve ser vista com bons olhos.
    Confesso que não sou muito por dentro do assunto moda, a não ser das tendências, mas quem diz que moda não é cultura é um completo ignorante! Cultura é tudo aquilo que o homem cria para dar identidade ao seu povo, e se foi o homem que criou a moda, então sim, isto é cultura!
    Gostei do assunto, não sabia e foi muito bom conhecer sobre um pouco sobre a polemica em cima do projeto.
    Espero que nossos estilistas sejam reconhecidos mundo a fora! ;)

    Beijo
    Parabéns!

    http://criandorabiscos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Melissa, muito obrigada por deixar sua opinião e por ter lido o texto, se importando com o assunto. É uma questão polêmia, sem dúvidas. Mas acho interessante a gente pensar sobre isso! Beijos ♥

      Excluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Os comentários estão sendo moderados, mas responderemos assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2017 | By Thayse Stein