19/10/2013

Falando sobre o poetinha: Vinicius de Moraes

Em homenagem ao centenário de Marcus Vinicius da Cruz e Mello Moraes, o "poetinha" (chamado assim por Tom Jobim), escrevo algumas palavras pra pensarmos sobre o seu texto mais controverso e, quem sabe, possa até ser o mais odiado, por ser conhecido apenas em parte.

Pare de ler apenas essa frase e venha ler o poema na íntegra, clique aqui.

Toda vez que eu lia essa frase e pensava que o poeta estava construindo uma receita de mulher, me dava certo asco. Mas, de verdade, isso é tão raso perto do que podemos pensar a respeito. O texto vai além, em suas entrelinhas, suplica para que as mulheres lhe entendam, lhe perdoem. Por outro lado, talvez possamos pensar que Vinicius teve nove casamentos, o que me diz que ele deve ter realizado sua receita infalível e boêmia muitas vezes.
Tudo bem, Vinicius. Beleza é fundamental, sim. E há beleza em tantas coisas feias, há beleza em coisas tristes. Embora muita gente tenha usado essa pequena frase pra espalhar suas patifarias pelo mundo, sempre há muito mais para pensar. A beleza é sutil e traiçoeira, além do que se possa imaginar. Ela se esconde e se revela, alternadamente e subitamente, por aí. 
O poeta toca num ponto chave, quando suplica por um mínimo de produtos farmacêuticos! E aí, entendo que somos inseridas numa rotina de produtos de beleza próprios do mundo feminino, automaticamente, sem pensarmos muito sobre isso. Porque não se sentir bela, independente do que dizem, impõem, padronizam? Uma beleza tranquila, por de trás de todas as máscaras, de todos os jeitos, de todas as personalidades.
É muito mais difícil do que parece, encontrar o amor próprio todos os dias, de maneira equilibrada. Principalmente para as mulheres, que costumam ter milhares de neuroses com o próprio corpo. Nos enxergamos de maneira distorcida, não conseguimos ver a beleza do conjunto, dos nossos pequenos detalhes. Não somos capazes de enxergar o que está ali, diante do espelho, implorando pra ser admirado.
Ao dizer as muito feias que me perdoem, realiza-se um convite a todas as mulheres a sentirem-se bonitas e a se olharem, profundamente. Pensarem sobre seus atos, sobre o que fazem consigo mesmas. Saber e sentir que se é bonita e que nada mais importa. Porque você é, sim. Não importa como, onde. Claro que é, em sua incalculável imperfeição que se encontra a chave, o grande segredo. Se aceitar. 

Que ela não perca nunca, não importa em que mundo
Não importa em que circunstâncias, a sua infinita volubilidade
De pássaro; e que acariciada no fundo de si mesma
Transforme-se em fera sem perder sua graça de ave

Beijos!

5 comentários:

  1. Adorei suuuper o post!
    Ah tem post novo de um tutorial básico de como hidratar os cabelos, depois vai lá: http://usomakeup.blogspot.com.br/2013/10/tutorial-como-hidratar-os-cabelos.html

    Bjs e otimo final de semana =D

    ResponderExcluir
  2. Muito legal. O Vinícius é um icone mesmo, seus trabalhos e obras são demais!
    boa semana
    ;*

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  3. adorei o texto, a gente se acha feia e sempre coloca defeitos, enquanto a beleza é um conjunto de detalhes de dentro pra fora.
    Beijoss ;*
    pitadasdeestilo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Tipo ícone da MPB né...
    Gatinha tem vídeo novo lá no canal, corre!
    Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=sbKGJlyghOI&feature=c4-overview&list=UUE3spIcPq-x-gdjwS8KUfgw
    Blog: http://fasesdegarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Os comentários estão sendo moderados, mas responderemos assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2017 | By Thayse Stein