01/07/2014

A polêmica da L'oréal nos Estados Unidos

Não sei se vocês acompanham esses bafafás que rolam com marcas de moda e beleza, mas eu gosto muito de saber o que está acontecendo em relação a isso. Falo muito sobre cosméticos aqui no blog e acho que não posso me restringir a testes de produtos, tenho que levantar discussões sobre esses assuntos.
Hoje de manhã vi uma notícia sobre o grupo L'oréal e achei interessante vir compartilhar com vocês. Agora, nos Estados Unidos, a empresa não poderá continuar reivindicando as propriedades antienvelhecimento de alguns produtos de tratamento para a pele, após um acordo assinado com autoridades. As publicidades afirmavam que era possível a estimulação de genes de seus clientes, através de seus produtos, garantindo "uma pele visivelmente mais jovem em apenas sete dias".
A Federal Trade Commission (FTC), que defende os direitos do consumidor, criticava a L'oréal por promover os produtos para a pele Lancôme Génifique (para quem não sabe, a Lâncome pertence ao grupo L'oréal) e L'oréal Paris Youth Code com a indicação de que possuíam propriedades antienvelhecimento científico comprovado. Vi a notícia no site da Exame e uma das diretoras da FTC, Jessica Ricj disse em um comunicado publicado no site da agência: "Seria bom se os cosméticos pudessem modificar nossos genes e nos fazer voltar ao passado. Mas a L'oreal não pôde sustentar o que afirmava".
A FTC indica em seu texto que a marca Génifique é vendida por até U$132 o frasco nas grandes lojas estadunidenses. Já a Youth Code é comercializada por U$25 o frasco. 

Muitas marcas de cosméticos investem em propagandas que são altamente atrativas, muitas vezes até defendem ideias que não podem comprovar, como foi o caso desses produtos da L'oréal. O consumo de cremes anti-idade deve ser bem considerável, já que praticamente todas as marcas de cosméticos pra pele investem nesse tipo de produto e nós valorizamos imensuravelmente ser jovem. Mas, sinto que estamos muito presos e de certa maneira, condicionados a comprar sem questionar, apenas investindo na credibilidade da marca no mercado. Por isso, acho que três coisas podem ser colocadas aqui:

1. Um sistema de defesa do consumidor que investigue essas questões é extremamente necessário;
2. Temos que sempre buscar saber mais informações e sermos mais críticos com o que compramos (como os produtos agem?) e com o que desejamos (precisamos mesmo disso?);
3. As blogueiras são formadoras de opinião e curadoras. Elas tem um importante papel nessa construção de "reputação" de um produto. Por isso, ser sincera em relação ao que usa e o que funciona para ela é fundamental.

E vocês, o que acharam dessa polêmica? Costumam usar produtos da L'oréal? Beijos!



21 comentários:

  1. Eu sempre fui contra esses produtos de antienvelhecimento. CLARO, quem não quer parecer mais jovem conforme ao longo dos anos? Mas acho que há outras formas de cuidar da pele para mantê-la BOA e não jovem, sem usar esses produtos que dizem promover uma coisa e na verdade, não há resultado.
    Adorei o post, me inspirou até pra fazer um textinho haha
    "Seria bom se os cosméticos pudessem modificar nossos genes e nos fazer voltar ao passado. Mas a L'oreal não pôde sustentar o que afirmava", Jessica Ricj ARRASOU hahahah
    Beijo! <3
    www.explorandoestilos.com

    ResponderExcluir
  2. Não sabia dessa polêmica e achei bem legal esse post. Eu tenho muito horror a ficar velha e pensar que agora falta muito, mas a cada dia falta menos. Não sei se usaria esse tipo de creme, talvez sim, mas a ideia que tenho desses produtos hoje é que sim, maybe eles estiquem um pouco a pele, escondam linhas de expressões desagradáveis e façam alguma coisa de fato... mas se eu parar repentinamente de usar, tenho a sensação de que a pele vai ficar ainda pior do que antes. Acho que temos outras escolhas para não envelhecermos tão depressa e acho absurdo o preço desses produtos. Não quero usar um produto l'oreal, quero beber da fonte da juventude do jared leto, johnny depp e avril lavigne HAHAHAHAHAHAHA

    E concordo com os três pontos que você destacou, principalmente com o último.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, post super útil Thayse. Eu não sabia disso mas até já dei um google para ficar a par da situação. É muito feio quando uma empresa investe em propaganda em benefício próprio e esquece de provar resultados contundentes, né?! Muito triste que uma grande marca como a L'oreal seja dessas, cabe a nós, formadoras de opinião, saber o que indicar e pesquisar bem, né.

    www.cindereladementira.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu não fazia ideia dessa polêmica sobre a L'oreal, e tal. Nunca usei nenhum produto desse tipo (até porque acho que não preciso por ter 14 anos, né? hehe) mas nunca tive uma opinião contra ao favor, sabe? Como não uso, costumo não opinar, é diferente de falar de um batom ou coisa do tipo. Acho óbvio as pessoas apostarem nesses produtos por acharem que assim terem a juventude estética de volta, mas ao mesmo tempo acho meio sei lá. Se você se cuida com o básico desde sempre a sua estética já fica boa. Enfim, achei legal a ideia informativa do post e adoro ler coisas assim, faça mais vezes! :)

    Beijos,
    Ana do Do lado de cá Moda


    ResponderExcluir
  5. Não sabia dessa polêmica, estou mega surpresa! nunca usei esses tipos de produtos mas mesmo assim nunca acreditei nessas propagandas e promessas que fazem por aí, só fazem é enganar o pobre do consumidor! adorei o post e a informação, um super beijo

    www.fashionwithmyh.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá minha querida,
    Realmente as propagandas são mais que tentadoras, nunca acreditei em uma se quer!! Mas uma marca de tal nome se envolver em algo desse tipo, faz com que a mesma perca a credibilidade!! Adorei o post.
    Mil beijos e sucesso sempre

    ResponderExcluir
  7. Oii Tha,

    Eu não tava sabendo dessa polemica toda, vi ontem sobre seu post no facebook, mas tava com tanto sono que esperei vir hoje.
    As propagandas fazem de tudo para manipular o consumidor e induzir as compras, infelizmente.
    Muito bom seus 3 pontos. concordo plenamente com o 3º. Toda blogueira deve ser sincera e saber do que está falando porque de uma forma ou outra, induz o leitor a comprar.
    Adorei o post!

    Beijinhos,
    Blog EC&M | entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Nossa
    eu sempre fico sabendo dessas coisas pelo twitter
    mas dessa vez não sabia, Alguns produtos eu usarei sim
    mas não anti sinais, pois não uso ainda.

    bjs

    ResponderExcluir
  9. complicado msm esse tipo de coisa... essas promessas de milagres instantaneos que nao existem devem msm serem vetadas...

    www.tofucolorido.blogspot.com
    insta: liviaalli

    ResponderExcluir
  10. Com certeza precisa de um investigador, o consumidor tem direito em saber.
    Vou confessar que sou super por fora de noticias, e não uso muito a L'oreal, diferente da minha mãe que é apaixonada pela marca. Vou ficar de olho agora!

    Um beijo ♡
    http://dearitgirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nossa, eu não sabia da polêmica! Bem complicado mesmo! Gostei de saber sobre o caso. Ótimo post!
    Bisous,
    www.pequenomuffin.com.br

    ResponderExcluir
  12. Não estava sabendo ainda da polêmica, mais a minha opinião é a seguinte, pelo que eu entendi foi proibido a venda como um produto milagroso, que deixaria a pele mais jovem em apenas 7 dias, olha meu povo isso é um absurdo mesmo, eu até acredito que o produto funcione e que faça efeito se usado corretamente, mais não nesse prazo e muito menos vai fazer milagre
    Beijos
    http://segredosdacahlima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi linda tudo bem?
    Bom, fiquei sabendo hoje também sobre a noticia. Eu acredito que esses tipo de produtos não funcional mesmo, até porque vai muito da pela da pessoa, de cada uma, de forma de alimentação e tlas. Tenho minha médica que sempre diz isso, eu tenho uma pele muito oleosa e tenho que tomar cuidado com produtos de beleza e me cuido. Bom, eu acredito muito em produtos do tipo de shampo e tlas! Apenasrs

    Maah Music - Aumenta o som com Godasadog.

    ResponderExcluir
  14. Nossa que bafão hein? Como podem prometer um resultado eficaz se isso não acontece?
    big beijos

    ResponderExcluir
  15. Que bom... Acho que a empresa tem que ser sincera, sim existe um exagero na hora de atribuir "efeitos milagrosos" os produtos.

    Ótimo post Thay.

    Bjos

    chuvadecamelias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Não tinha ouvido nada sobre essa polemica, acho importante cuidarmos da pele e dar uma certa atenção, nada exagerado.. E se formos parar para analisar, isso não acontece apenas com a L'oréal e sim com tantas outras marcas famosas no mercado.

    Beiijinhosss... Adorei o post!
    www.sebhomedecor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Não sabia dessa noticia, eu num acredito muito nas marcas quando dizem que o produto rejuvenesce. Não é só a L'oreal, muitas outras marcas também.
    http://manguitarosa.blogspot.com.br/
    beijoos

    ResponderExcluir
  18. Eu nem estava sabendo dessa polemica.
    Mas gostei de saber por aqui!
    Bjs
    janamakesesmaltesecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Não sabíamos dessa notícia, não são só produtos de beleza que acabam usando da publicidade exagerada de seus produtos, temos que nos informar sobre quade tudo que consumismo. Não usamos produtos da L'oreal.

    bjs


    www.onlyinspirations.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Ainda não tinha lido sobre essa polêmica. Que coisa hein!
    Eu uso algumas coisas da Loreal, mas não destes de skincare.
    Bom saber. Muito bom seu post!

    bjos

    ResponderExcluir
  21. fico aluns dias sem entrar aqui e você já tem zilhões de posts, tu é muito dedicada, te invejo. e ainda sustenta mil comentários e diz que não é famosa ME POUPA EIN
    hahahahahahaha
    cara, unico produto da l'oréal que já usei foi shampoo, que prometia fortalecer. e eu nem ligo pra isso, só gostava do shampoo pq deixava meu cabelo mais bonito, mas hoje em dia não acho ele mais em lugar nenhum. tento não me apegar ao máximo com cosméticos pq sempre foi assim comigo, some logo depois.
    mas esse não é o assunto e olha, sou ex-revendedora avon e via essas propagandas anti-idade o tempo todo nas revistas. nunca acreditei nisso, mas era o que mais compravam comigo. bizarro como as pessoas acreditam fortemente nisso, e ainda falam que funciona. não sei se existe mesmo fórmulas do tipo que funcionam (duvido muito) mas tem um video super intrigante sobre um teste que foi feito com umas mulheres de testarem por uma semana um adesivo da auto-estima. vi isso em um blog, não lembro qual. mulheres que estavam acabadas e foram testar. o produto era um mistério. todas foram a cada dia contando como se sentiam usando ele sem tirar atraves de videos, e você ve as melhoras muito absurdas de rápidas. daí chegam de novo no consultório todas lindas e felizes, querendo comprar o produto independente do preço. daí descobrem que o produto é um simples adesivo sem nada, e entra a discussao do efeito placebo. que é o que eu acho que ocorre com quem compra produtos anti-dade. acho que esses produtos tem uma injeção de auto-estima que a pessoa começa a se cuidar mais e acaba vendo melhoras e culpa o produto.
    enfim, isso é um assunto muito doido e eu to contigo, Thay. isso dá uma discussão e tanto, ótimo post.
    alias, quanto a nós blogueiras sermos sempre sinceras vale destacar que as vezes me chamavam de péssima vendedora da Avon ahahaha já cansei de dizer que tinha tal produto e achava uma droga. não tá certo a gente criar um universo fake de um produto apenas pra ganhar dinheiro em cima dos outros.

    beijos,
    Tá Tudo Caro

    ResponderExcluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Os comentários estão sendo moderados, mas responderemos assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2017 | By Thayse Stein