07/04/2015

Dica de livro: A Parisiense

Nas últimas 819829 listas de desejo que fiz neste blog, inclui este livro, porque eu realmente queria muito. Mas, não queria gastar dinheiro e a vontade foi passando. Até que, esbarrei com ele na biblioteca da UFSC esses dias e pedi para o meu namorado pegar pra mim, para finalmente matar minha curiosidade. Precisamos fazer um minuto de silêncio por essa capa maravilhosa, para dar prosseguimento a esta resenha.
Bordô, imitando couro, com letras e ilustração em dourado e com uma fitinha para marcar páginas, alguém precisa de mais alguma coisa? Acho que não. Simplesmente perfeita! A Parisiense - O guia de estilo de Ines de la Fressange com Sophie Gachet, foi lançado originalmente em 2010, tem 240 páginas e a edição brasileira é da editora Intrínseca, de 2011, com tradução de Adalgisa Campos da Silva. As fotografias são de Nine d'Urso e Benoît Peverelli e as ilustrações são da Ines de la Fressange.
Ao contrário do que pensei, o livro não fala apenas sobre vestuário, ele também fala sobre beleza, decoração, recepção de visitas, gastronomia, crianças e outras coisas relacionadas a Paris. O sumário é bem resumido, porque ele possui várias subdivisões e desdobramentos. Eu vi vários pontos negativos e pontos positivos no livro, mas assim como as notícias ruins, é sempre bom receber os pontos negativos primeiros e finalizar com as boas coisas, né?
A primeira coisa que me desapontou no livro foram as ilustrações. Primeiro porque ele promete 350 ilustrações em cores da própria autora (o que eu acho uma iniciativa super legal, acho que todo autor deveria experimentar ilustrar seus próprios livros), porém, a Ines parece que fez tudo meio que de qualquer jeito e algumas ilustras não condizem muito bem com os temas, ou poderiam ser mais apropriadas. Não vou nem falar de técnica, ficou tudo bem fluido e com uma pegada de humor, mas acho que ela poderia ter se esforçado um pouco mais, sabe?
Outra coisa que me chamou atenção desde o começo: as contradições. Sei que o livro se propõe a ser um guia de estilo, e isso por si só já é bem complicado, mas achei que faltou uma revisada. Como nos dois exemplos que vou mostrar aqui abaixo (para quem não sabe, a moça que aparece em quase todas as fotos como modelo, é a filha da própria autora). No primeiro caso, ela fala em determinado momento que é proibido ficar sem sutiã, porém, na foto de uma outra página, aparece a própria modelo usando um look que ela montou de exemplo, sem sutiã!
Em vários momentos do livro, a autora fala sobre a Hermès, mas achei engraçado que no comecinho do guia ela menciona que a parisiense jamais esperaria numa lista de espera por uma "it bag", porque isso é vulgar! hahah
Daí, para fechar minhas observações, tenho que mencionar o quanto o guia é chato em alguns momentos. Sabe aquelas coisinhas bem cri cri? Pois é, achei um absurdo ela dizer que as pessoas não devem usar piercings porque têm muita conotação "no future" ou então que não se deve usar mochila muitos anos depois que se saiu da faculdade (tipo, oi?). Além disso, no momento que ela fala de maquiagem, ela esculhamba tudo, poque começa a falar de coisas que dão certo pra ela, mas beleza é a coisa mais pessoal e subjetiva ever.
Agora, vamos para a parte boa, porque nem só de crítica sobrevive o mundo. E esse livro é lindo, ele tem um lado bom, eu juro. Preciso mencionar a diagramação dele: eu amei as fontes usadas, as cores, as formas, o formato das fotos... Ele é muito agradável visualmente, conquista a gente, sabe? 
O legal é que como ele se propõe a ser um guia, logo de cara já deixa claro que as próprias regras introduzidas aqui, estão aí para serem quebradas. Eu me identifiquei muito com a parte inicial, antes dela começar a falar das coisas mais visualmente, porque ela dá várias dicas para deixar os looks mais criativos, para sair do óbvio, mas sem perder a elegância. Isso porque se vestir bem é também um exercício de observação, criatividade, é saber o que fica bem na gente e saber do que a gente gosta, independente da opinião alheia.
Outra parte que gostei bastante foi quando ela deu dicas de lojas em Paris, além das tradicionais, ela também fala de rotas diferentes das que os turistas usualmente costumam fazer. A autora menciona cursos de gastronomia interessantes que estão disponíveis na cidade, dicas de decoração e organização (considerando os espaços pequenos, que são bem comuns em Paris).
No geral, é um livro interessante para termos algumas sacadas na hora de se vestir, começar a ver as coisas de outro modo, não ficar no piloto automático e tentar novas coisas, experimentar. O livro é muito bem feito e as dicas de Paris também são bem interessantes, então, nesses aspectos, achei ele bem inspirador e compraria, sim, o livro por conta disso.
O livro que peguei é da biblioteca, como mencionei lá no início do post, mas fiz uma pesquisa pra ver os preços, mais ou menos. Na Saraiva está por R$33,40 e na Livraria Cultura sai por R$49,90. Alguém aí já leu esse livro? O que acharam? Concordam comigo que apesar de legal, ele possui vários pontos negativos? Beijos.


30 comentários:

  1. Olá.
    Eu nunca experimentei ler um livro que fale sobre modas e esse tipo de coisa, mas você falando me deixou com vontade de ver.
    Eu achei todo o design dele super lindo, confesso que até gostei dos desenhos, sério. Cada um tem seu jeito na ''arte'' e gostei do dela.
    sessão proibida †

    ResponderExcluir
  2. Parece ser legal o livro, adorei a resenha
    beijoos

    http://manguitarosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Menina, sou louca pra ter esse livro. Bacana que a biblioteca disponibilizou esse livro pra ti. Achei muito louco essas contradições, e muito nada haver falar do sutiã e da mochila chegou ser até engraçado. Mas como você mesma disse, tem muitas coisas legais para ser absorvido e muitas regras para serem quebradas hahaha
    Beijinhos ;*
    Tenha uma quarta-feira iluminada e abençoada por Deus!
    Oktobonita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ai Thayse, eu sempre tive uma vontadezinha de ler esse livro mas agora vi que não é pra mim. Se eu tivesse lendo e me deparasse com um "não pode usar piercings" ou "não pode andar sem sutiã" eu fechava na hora, ahaha, sério. Fazer um "guia de estilo" deve ser complicado, mas eu realmente odeio essa cagação de regra nonsense. Te indico o Drácula Veste Dior, um livro guia de estilo pra vampiros - com muito humor, claro.
    Beijo, Bruna S. ♥
    Chanel Fake Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, nossa, eu nem quis julgar isso, porque as contradições me chamaram muita atenção, mas realmente, é bizarro demais. Não recomendo pra ninguém ficar preso em regrinhas assim, é loucura. Mas enfim, AMEI A DICA, Bru! Com certeza vou dar uma olhada nesse livro se eu achar ele por aqui <3 Obrigada!

      Excluir
  5. Oi, linda! Eu ganhei este livro de aniversário há uns anos e amei! Minha parte favorita são as dicas de Paris. Sou fã dela e acho que por isso esqueci rapidinho o que não fazia sentido pra mim. E a edição é linda mesmo, não?
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei muito do livro!
    E quando eu li eu reparei em algumas contradições!
    Mas nem lembrava disso! hehehe
    beijinhos, Rê
    blogsonhosdeverao.com.br

    ResponderExcluir
  7. Ai eu quero muuuito esse livro. Esta na minha listinha já tem um tempo!
    E você mostrando um pouco mais dele, quero comprar com mais urgência ele!
    Que lindo que esse livro é né?
    Bjs

    http://www.universodasmulheres.com/

    ResponderExcluir
  8. pelo pouco que li já gostei do livro a capa , as dicas e a forma que ele é escrito
    beijos e obrigado pela dica =)

    http://loucaapaixonada22.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. tenho curiosidade em dar uma folheada de tanto que falam desse livro

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  10. Piercing tem muita conotação “no future”? Não entendi, mas enfim haha. Acho piercing dahora ;)

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. AMO esses livros com gravura e desenhos *-* já quero pra mim!!!!

    Beijos!

    Isabella | http://isabellalessa.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Thayse, nossa que resenha bem escrita! Achei excelente o fato de você ter apontado as contradições, isso realmente ostra que vc leu o livro e compreendeu todos os detalhes! eu jamais compraria esse livro, não por ser ser um guia de estilo, mas sim por ter essa temática parisiense, isso não combina nem um pouco comigo. Enfim, adorei o post, espero que c postem ais resenhas de livros de moda e estilo pra gente! bjs

    De Coturno & Spikes

    ResponderExcluir
  13. Eu sou louca por esse livro, já baixei alguns pdf no celular mas quero mesmo é comprar ele.
    Adorei suas observações sobre o livro.
    Beijão <3

    http://dearitgirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Eu tenho uma certa dificuldade em gostar desse tipo de "guia" de estilo e derivados... justamente porque acho que essa coisa de "dicas de moda e estilo" é algo beeem ultrapassado hoje em dia. Eu li o "Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo" e achei bacana justamente por ter identificado um certo deboche com essa coisa das "regras" (minha resenha do livro aqui: http://naomemandeflores.com/os-tres-ultimos-livros-4/).

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu também não costumo ler esse tipo de livro, mas é que esse, em especial, estava me chamando muito a atenção! Uma pena que ele seja assim cheio de coisinhas nada a ver. Mas gostei muiiito da sua dica, vou dar uma olhada nesse livro qualquer hora dessas, acho que até já vi ele em alguma livraria que passei! Beijos <3

      Excluir
  15. Eu já tive curiosidade para lê-lo, mas não sei se agora ainda tenho essa vontade.
    rs Eu acho uma dica válida e bacana.
    Beijos!

    Blog Pam Lepletier

    ResponderExcluir
  16. Eu não li, mas já vi bastante resenhas positivas sobre ele.Acho muito legal a concepção do livro e tenho muita vontade de ler. Lindas fotos do livro e do 6 on 6 também! Tenha um dia abençoado, beijos.

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Ahh eu tb li esse livro e adorei. Ótima dica!


    Bjs Má
    www.2betrend.com.br

    ResponderExcluir
  18. Sempre quis ler ele, mas também penso no dindim rsrs
    Adorei as dicas, e apesar de não gostar dessa coisa de regras pois acho que estilo tem que ser próprio gosto de me irritar com as coisas que as autoras querem nos impor rsrs Louco mas verdadeiro*
    Bjinho Jacq
    http://coracaodealfinetes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Thayse, não li o livro, mas achei a sua resenha bem legal. E pelo o que você resenhou, teve muitos pontos de contradições mesmo e de coisas sem noção, mas parece ser um bom livro sim.
    Um beijo

    Suellen Esposte Blog | Facebook | Youtube | Instagram

    ResponderExcluir
  20. Oi, Thayse!

    Achei a capa linda, dá vontade de ler só de olhar! Adorei tua resenha do livro, apontou bem as críticas e as partes boas. Apesar das coisinhas ruins, fiquei com vontade de lê-lo pelos pontos bons.

    Beijos!
    Heey, Maria! | Fanpage

    ResponderExcluir
  21. Nossa, eu tinha visto ele uma vez em uma livraria e fiquei um pouco curiosa, mas acabei deixando ele lá.
    Ainda bem.
    Apesar de você ter falado os pontos positivos (e ele ser lindo), não teria paciência pra tanta 'ordem' sobre como me vestir, ser, me maquiar e tudo mais...

    Mas adorei a resenha, falou muito sobre o livro.

    Beijos
    A Mente Transborda
    Curta no Facebook

    ResponderExcluir
  22. Oi :3
    Esse livro é perfeito <3 Adorei!
    Eu preciso de um assim, confesso que não suo muito chegada a livros e coisas nesse estilo, mas gostei bastante >.<
    O Designe do livro é muito bonito, eles combinaram bastante as formas e fontes que acho que deu um toque todo de blogueira hsuahs, sei lá porque ç.ç
    Quero muito comprar, acho que vai ser legal c:


    ||Crazy Cake ||

    ResponderExcluir
  23. Que postagem mais adorável! Eu tenho esse livro e gosto muito. Discordo sobre as ilustrações e que ela deveria ter se "esforçado mais". Afinal, é um estilo característico e o esforço não deve ser usado para medir isso. Sobre a contradição de não usar sutiã, há muita diferença em usar no dia-a-dia e usar em um ensaio fotográfico ou em um desfile (que no caso, deve-se não usar); Concordo com as "regrinhas over", limita-se muito o estilo e isso é até clichê.
    http://grgea.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Temos esse livro e gostamos bastante, apesar de algumas contradições gostamos do fato dele ter dicas dos lugares para conhecer em Paris e também das lojas, já as ilustrações, gostamos do traço divertido da autora!!

    beijos


    http://www.onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. AAAAi Eu tenho MUITA curiosidade pra ler este livro!! Este e também o "Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo" (acho que é esse o nome!)

    Achei muuuuuuito boa a sua crítica! Bem engraçadas essas contradições mesmo! Principalmente a FOTO da moça sem sutiã! Tipo, oi? hahahaha e o fato da espera na "fila"! Uma Herme realmente sempre vai ter fila ahahaha Gostei mesmo!

    Um beijo, Ná! www.hamburguesinha.com.br

    ResponderExcluir
  26. Então né gente...Deixa eu confessar que dentro de casa eu não uso sutiã e sinceramente às vezes vou no mercado e padaria sem (e os meus peitchos são grandes...mas fazer o que? Acho que nada a ver não poder ficar sem algumas vezes). Bem a capa do livro é muito linda e a diagramação como foi dita parece ser interessante, no entanto acho que não curtiria tanto a leitura pelo fato de ter uma impressão de que a autora meio que quer mandar no nosso gosto e super defendo a subjetividade e pluralidade do conceito de beleza, mas adorei a resenha, suas resenhas de livros sobre moda são super deliciosas e com fotos lindas.

    Bjão ♥

    ResponderExcluir
  27. Comprei esse livro tem uns três anos e a capa/diagramação e toda a parte visual dele realmente foi o que mais me cativou e me permitiu gastar 50 reais nele. Mas na época eu nem sonha ir a Paris, então depois que li as dicas ele meio que ficou encalhado na minha estante mais como decoração, aí eu acabei vendendo ele pra uma amiga. Tinha muita dica de onde ir em Paris e pra mim não fazia muito sentido na época (hoje queria ter ele aqui só por isso haha). E eu esperava que tivessem mais imagens dos looks, sei lá. Acho que comprei esperando algo mais "lookbook", inspiração visual, e não cagação de regra mesmo, como vc disse haha

    Mas quem pensou na parte estrutural do livro tá de parabéns, porque ele realmente encanta aos olhos.

    Beijos!
    http://www.altaexposicao.com/2015/04/sorteio-do-livro-simplesmente-acontece.html

    ResponderExcluir
  28. Eu falei do livro há alguns anos no meu blog, antes de lê-lo e TODAS as contradições que você apontou ...eu também percebi, principalmente a do situã...kkk Eu ganhei o meu de presente, serve hoje como um livro decorativo, rsrs pra mim a parte mais interessante é a página que ela ilustra em forma de lista como descombinar as coisas...

    ResponderExcluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Deixe seu comentário e eu responderei assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2017 | By Thayse Stein