03/07/2016

Smart Tour: Excursão para Irlanda do Norte

Oi, gente. Tudo bem? Bom, já faz um tempo que eu tava querendo muito conhecer a Irlanda do Norte. Tinha procurado várias opções para ir pra lá: trem, ônibus, aluguel de carro. Pedi a opinião de amigos, pensei em passar um final de semana lá, pesquisei muito, mas cheguei a conclusão de que íamos acabar gastando bastante se fôssemos por conta e que mais valia pegar uma excursão, nesse momento. Quem sabe, mais pra frente, agora que já conhecemos o lugar, podemos pensar em voltar e fazer a viagem de outros jeitos. Na escola de inglês, vimos um cartaz no mural falando sobre o Smart Tour (eles tem fan page e um site, para quem tiver interesse) e resolvemos reservar com eles, e foi €30 por pessoa - quem quisesse atravessar a Carrick-a-Rede Rope Bridge teria que pagar mais €6 (e é só isso que se paga, durante o dia inteiro, ou seja, dá pra levar seu próprio lanchinho e o passeio sai bem em conta). O tour envolve a ida até Belfast, passeio pelo centro, ida até a ponte de corda, ida até o Giant's Causeway e parada pra foto no Dunluce Castle). Ele saiu do parque Stephen's Green, às 07h30 da manhã e retornou perto das 20h30, perto da Trinity College.
 
A Irlanda do Norte faz parte do Reino Unido, mas tem uns acordos diferentes em relação a República da Irlanda, e por isso não é preciso apresentar passaporte ou qualquer documento de identificação, mas nós levamos só pra garantir. Compramos alguns pounds (libra esterlina) para garantir, no fim das contas nem precisaríamos - dá pra pagar tudo com cartão -, mas se você prefere pagar as coisas com dinheiro, vale a pena porque a cotação lá não sai tão favorável. Logo que atravessemos a fronteira, sintonizei nas rádios da Irlanda do Norte e já dava pra notar a clara diferença no sotaque! Eu achei bem mais parecido com o inglês do que com o irlandês. E ao entrar em Belfast, foi aquele choque, dá até um pouco de medo: eles tem uma região que é bem dividida entre católicos, que se identificam como irlandeses, que são minoria (tem escolas de gaélico, tem bandeiras da Irlanda, tem placas de ruas em gaélico) e os protestantes, que se identificam como sendo da Grã-Bretanha (tem fotos da rainha por todo lado, tem bandeiras do Reino Unido). O nosso guia falou que ambas as partes tem que pagar propina para as gangues de cada lado e que a parada é sinistra e como ele mesmo falou "pointless", eles mandam no comércio local e o clima é bem tenso por lá.
 
Quando chegamos no centro de Belfast, notamos que essa rixa não é muito perceptível, eles são britânicos e ponto. No geral, achei a cidade meio parecida com Dublin em alguns aspectos - tem praticamente as mesmas lojas, as vilas de casinhas iguais, essas coisas -, mas logo que a gente foi adentrando Belfast com o ônibus, o Filipe comentou comigo que tinha alguma coisa que lembrava "leste europeu" - embora nunca tenhamos estado lá, no nosso imaginário de leste europeu, claro). E realmente, acho que esse clima de tensão, o fato da cidade ser meio deserta - o centro tava praticamente vazio -, eles terem uns locais que parecem meio abandonados, dá uma lembrança vaga de comunismo, não sei explicar.
 
As construções da cidade são muito bonitas, bem elaboradas e charmosas. O centro é bem limpo e bem cuidado, no geral, fiquei encantada com Belfast. A cidade parece pequena e notamos que muitas pessoas na rua falavam outras línguas, e provavelmente são imigrantes e também, turistas (o que é estranho, indo mais para o countryside vimos muita placas defendendo a saída do Reino Unido da União Europeia, vai entender). Achei curioso que os ônibus da cidade são rosas e a maioria das placas nas ruas tem o contorno rosa, bem amor. Em Belfast, tem o mesmo sistema de bikes que tem em Londres e também em Dublin (que dá pra pagar um valor e usar sempre, pegar num ponto e devolver noutro). Ah, vocês vão ver logo abaixo nas fotos uma torre com um relógio chamada Albert Memorial Clock, que é levemente inclinada, não é a foto que está torta!
 

 

 
 
 
 
 

 
 
 
 
 

 
Tivemos uma hora para andar pelo centro e explorar. Depois disso, seguimos para o Museu do Titanic. O Titanic foi construído na Irlanda do Norte e tem um turismo bem forte na região por conta disso. Infelizmente, o tempo é corrido e não visitamos o museu propriamente, só vimos ao redor e no primeiro andar, dentro do prédio. Dei uma pesquisada pra ver os valores do ingresso, para quem sabe voltarmos outro dia, e vi que o preço é um pouco salgado, algo em torno de £14.50 para estudantes.
 
 
 

 
Percebam que o tempo estava tipicamente irlandês: uma hora céu aberto e sol, outra hora chuvinha. Mas o vento permanece, ventou bastante o dia inteiro! Do Museu do Titanic, seguimos para o norte, até a Rope Bridge. Comprar a entrada direto no lugar sai um pouco mais caro, se comprássemos com o guia em grupo, conseguíamos um bom desconto, mas mesmo assim, optamos por não pegar a fila (que estava gigante, porque agora é alta temporada por aqui) e não atravessar a ponte. A ponte é de madeira e corda e fica entre uma micro ilha e a ponta do continente, a vista é bem bonita de lá. Tinham me falado que não valia muito a pena, eu não acredito muito em coisas que não valem a pena, mas sinceramente, é muito mais legal explorar o lugar e tirar várias fotos lindas do que ficar na fila um tempão só pra atravessar a ponte e ainda ter que pagar por isso.
 

 
 
 

 
Sendo assim, tivemos mais tempo para caminhar por lá, fotografar e fomos conhecer o café que tem na entrada. Tava bem frio, porque o vento tava muito forte e tomamos um chocolate quente com bolo de cenoura. Acho curioso que o bolo de cenoura daqui é bem diferente do que temos no Brasil (ele parece integral e a cobertura é branquinha), mas é muito gostoso também:
 
O chocolate quente foi algo em torno de £2 e o bolo de cenoura também, o mesmo preço.

Corações aquecidos, seguimos para o Giant's Causeway, que é bem perto da ponte. O caminho foi bem rapidinho. Lá tem um esquema que se entrar pela área que tem a loja de souvenirs e um café, eles te cobram entrada, e isso inclui o trajeto de ônibus até o causeway (cerca de 1km). Mas se você quiser, pode só passar pela entrada normal, onde tem tipo um portal e ir caminhando (e não pagar nada pra visitar!) e claro, foi isso que nós fizemos. O Caminho dos Gigantes é formado pelo conjunto de mais de 40000 colunas hexagonais de basalto, encaixadas umas as outras. O guia comentou que ninguém sabe ao certo como essas pedras ficaram desse jeito e existem várias teorias (e no caminho até lá ele contou a mitologia dos gigantes e a lenda que as pessoas contam, bem interessante). Para ser bem honesta, eu achava que era bem maior pelo que eu via nas fotos, a formação é até pequena e não é alta, não é um penhasco, é bem na beira do mar. Mas mesmo assim, é muito bonito e vale muito a pena visitar.  Para voltar pra entrada nos resolvemos fazer uma trilha, chamada Red Trail (aqui tem mais detalhes sobre o caminho), e aí subimos o morro e os degraus, dá pra ter uma vista maravilhosa lá de cima.
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
 
 

Nossa última parada foi para fotografar o Dunluce Castle, em Antrim. O castelo está em ruínas, nós não fomos até lá pra ver de perto. Ele foi construído entre os séculos XIII e XVII e a colina em que ele está localizado é circundada por um precipício. O guia contou que durante uma tempestade, a cozinha do castelo caiu quase inteirinha no mar! E também que um navio espanhol está naufragado ali na região, porque bateu numa pedra gigante que tem no mar, bem em frente. Na volta, o guia foi falando sobre alguns lugares onde aconteceram as filmagens de Game Of Thrones, como por exemplo aquela cena em que o Theon Greyjoy encontra a irmã dele pela primeira vez nas Ilhas de Ferro.
 
Ufa! Sei que o post ficou gigante, mas espero que vocês tenham gostado de acompanhar tudo e que esse post possa ajudar quem tem interesse em conhecer a Irlanda do Norte (que é um lugar maravilhoso e o passeio vale  muiiiito a pena). Beijos.


32 comentários:

  1. A Irlanda consegue ser maravilhosa ~ na cidade e no mato ~ hahaha. Imaginei logo que fosse cenário que GoT. *-* Tudo muito lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! É muiiito cenário de GOT, é encantador ❤

      Excluir
  2. Que lugar lindo, adorei as fotos!
    Esses campos, essas construções antigas são incríveis!

    ResponderExcluir
  3. Thayse sempre machucando meu s2 não tenho mais nem o que falar porque já falei do clima, já falei do lugar OMG não pare com esses posts derrubante, obg!


    Beijão,

    Isa | http://isabellalessa.com

    ResponderExcluir
  4. Que lugar mas perfeito.

    http://www.blogsecretplace.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, muito legal e muito lindo o seu passeio! Eu quase fiz esse quando estava em Dublin, mas optei por ir ver os Clifs porque ne, HP <3
    Fiquei curiosa com o The Garfield Bar no fundo de uma das fotos UHAHUAHUA Gateira que sou, não consegui ignorar XD

    Um beijo,
    Foca no Glitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, curioso esse bar, mas acho que tava fechado :( Que legal saber que tu já esteve por aqui. E sim, eu quero muito ir no Clifs em breve e daí vou mostrar tudo por aqui também \o Beijos!

      Excluir
  6. Que lugar lindão!
    Eu amei as fotos e as construções parecem ser ainda mais lindas pessoalmente.
    Beijão.

    http://lesjoursdemarcela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. As fotos estão maravilhosas *_* e eu tenho também tenho um imaginário de Leste Europeu hahahah.

    Esse bolo parece que estava muito bom! E super amor os ônibus serem rosas *-*, adorei isso.

    Beijos

    Poesia em Transe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada por me entender nesses meus abstracionismos hahaha ❤

      Excluir
  8. É um dos meus locais favoritos do mundo inteiro, que sonho! Espero que tenha aproveitado muito, beijão!

    Escolhas Alternativas

    ResponderExcluir
  9. essa ultima foto é o tipo de lugar , paisagem que ainda quero mt conhecer na minha vida! incriveis fotos da irlanda do norte!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tens que ir, acho que vais amar. É lindo demais! Mas tenta ir fora da alta temporada, porque como fui em julho, as áreas estavam bem cheias (no Giant's Causeway, por exemplo, e deve ser mil vezes mais lindo sem tantas pessoas kkk). Beijos ❤

      Excluir
  10. Nossa, seus posts sobre a Irlanda e a série que eu to acompanhando sua no youtube, só me dá mais vontade de ir praí! meu sonho é morar na Nova zelândia =/
    continue com essas fotos lindas!
    Blog Dinha Belmont✿
    Página do Facebook
    Instagram✿

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guria, pior que eu ando com uma vontadinha bem grande de ir pra Nova Zelândia também hahah ❤ Obrigada!

      Excluir
  11. Aí que lugar incrível, não estou com tempo de entrar em blog mas te acompanho no IG e to amando desde que mudou *O* Nas férias quero voltar aqui e ler todos que perdi; rs
    Beijos



    http://www.cherryacessorioseafins.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nossa que delícia de lugar, fiquei super inspirada com suas fotos! Viajar, é tudo de bom, né?! Eu adoro conhecer novas culturas <3
    Beijos,
    #fiquerosa

    Fique Rosa | Meu Canal YT

    ResponderExcluir
  13. Thayse, eu estou encantada com as fotos, não tem o problema o post ser grande! Principalmente quando compartilha bons momentos. Cara, que lugar lindo.
    Bjs!

    ENSM - www.eunaosoumarinheira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu não consigo me controlar nesses momentos de escolher foto (e também adoro ver posts grandões com fotos legais, então, né!). Muito obrigada ❤

      Excluir
  14. Um lugar incrível!

    Adorei as fotos <3


    Bjos, Debi
    http://www.deborabrazil.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Que fotos maravilhosas! Sou louca pra tirar uma foto nessa cabine de telefone hahahahaha
    beijos!

    https://kledisse.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também! Ainda quero bater uma assim em Londres ❤ Obrigada

      Excluir
  16. Achei engraçado a cidade ter lembrado o leste europeu, mesmo vocês nunca tendo ido até lá. Acho bacana ver como de longe a gente já consegue ter uma sensação sobre um lugar.
    As fotos ficaram maravilhosas!
    Beijos
    www.infinitafeminice.com.br

    ResponderExcluir
  17. Toda vez que venho aqui fico babando nas fotos da Irlanda viu, não é atoa que uma galera elogia esse lugar. Só me dando mais vontade de visitar hahah

    Dany Guimarães| Legalmeente Ruiva
    http://www.legalmeenteruiva.com/

    ResponderExcluir
  18. GZUZ que lugar LINDO!! Estou babando em cada das fotos, como a Irlanda é maravilhosa né <3

    Beijão,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
  19. Não me importava de um dia poder visitar!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  20. Não me importava de um dia poder visitar!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  21. Ai, acredita que eu nunca tinha pensado nesse local? Não sei porque, achei meio que não tinha nada demais HAHAHA Curti muito seu post e nem percebi que estava longo lendo (sério, você manda bem na escrita).Achei as fotos lindas e curti saber que tem tanta lenda e acho que seria um local interessante de conhecer por conta das rixas e tudo mais.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber que eu consegui acrescentar um pouco mais de informação sobre esse lugar, pra ti. Sério, isso é muito gratificante. Acho que tu ias gostar muito de conhecer, é maravilhoso e muito interessante. Vale a pena ❤ Beijos!

      Excluir
  22. Ahh cabine de telefone *-*
    E esse ônibus rosa. rs
    Ameii as fotos Thay.
    E que sinistro essa história de ser dividido lá né? Nossa.. eu ficaria com medo.. rs
    Adorei as fotos em regiões montanhosas sempre achei lindo.
    Beijos!
    Blog Pam Lepletier

    ResponderExcluir
  23. Que fotos lindas, meu sonho é conhecer a Irlanda e outros países da Europa!

    http://www.obsessiondujour.com.br/

    ResponderExcluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Os comentários estão sendo moderados, mas responderemos assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2017 | By Thayse Stein