25/11/2016

Diário de Viagem: Paris (dias 2 e 3)

Oi, gente! Tudo bem? Se vocês perderam a primeira parte do diário de viagem de Paris, é só clicar aqui e começar pelo começo :) No segundo dia em Paris, fomos logo direto para o Louvre - o dia tava bem chuvosinho e frio, chegamos um pouco depois do horário de abertura do museu e foi perfeito, porque ainda não estava tão cheio e nem tinha fila. Chegando lá, como somos menores de 26 anos, não pagamos entrada \o Me senti jovem e poupando o meu dinheiro, não tem sensação melhor hahah
 

 
 
 
O Louvre é imenso, por isso é bacana dar uma passadinha rápida pelas partes que menos te interessam e escolher os lugares que você quer ver com mais calma. Seguimos na Rue de Rivoli e paramos para almoçar. Depois, fomos em direção ao Le Centre Pompidou, passando pelo impressionante Hotel de Ville. De lá, seguimos para a Catedral de Notre-Dame - foi incrível ver ela de perto, e as famosas gárgulas, mas confesso que eu esperava um pouco mais, não achei ela tão "imponente", mas sem dúvidas ela é emblemática.
 
 
 
Daí, pensamos em passar na Sainte Chapelle logo em seguida, mas a fila estava apenas ENORME e aí decidimos que era melhor não. Fomos comer um crepe de nutella pela região e seguimos caminhando pelo Sena, em direção a Ponte Alexandre III. De lá, fomos caminhar na Champs-Élysées - que momento mágico (lembrei de uma música que conheci anos atrás, do Joe Dassin sobre a rua) - e ainda encontrei uma placa especial para o Santos Dumont, bem lá pertinho da Disney Store, fiquei encantada. Nossa última parada foi no Arco do Triunfo e de lá, pegamos o metrô de volta pro hostel.
 

 
No terceiro dia, acordamos cedo e fomos direto conhecer o Jardim de Luxemburgo. Tinha bastante gente fazendo exercícios por lá e não tinha muvuca de turistas. Achei interessante que eles deixam várias cadeiras espalhadas para quem quiser usar (mas tava tudo meio molhado e tava uma manhã bem fria, então não paramos pra ficar por lá, só caminhamos por ele mesmo). De lá, fomos para o Panthéon, vimos a igreja de Saint-Étienne-du-Mont e seguimos para ver a Bastilha.
 
 
 
 
 

 
Pegamos um ônibus por lá e seguimos viagem para o Musée D'Orsay. Almoçamos lá perto e entramos no museu de graça, pelo mesmo motivo do Louvre! Foi lindo. E esse museu é demais, tem muita coisa bacana pra ver (muitos quadros do Monet e Manet) vale muito a pena a visita - é lá que está a última versão do Quarto em Arles, do Van Gogh (a primeira pintura que eu conheci do artista, ainda no primário, quando ganhei um xerox pra colorir, fiquei até emocionada quando vi).
 
 
 
Pegamos o metrô rumo a Montmartre, ainda demos uma caminhada pelas escadarias, passamos de novo na Place du Tertre e conheci uma biscoiteria muito amorzinho, chamada Biscuiterie de Montmartre, entrei para experimentar os autênticos macarons parisienses - eu escolhi três sabores (coco, baunilha e mirtilo) e o Filipe escolheu três (pistache, mocha, chocolate) - todos uma delícia, recomendo muito e acho que o preço foi €10 pelo pacotinho com 6.
 
Espero que tenham gostado de saber mais sobre nossos dias em Paris e que esse diário possa estar inspirando quem pretende conhecer a cidade ou quer montar um roteiro pra lá - também tô pensando em fazer um post só com o roteiro, sem tantos detalhes dos percalços, como fiz de Londres. O que vocês acham? Beijos!


9 comentários:

  1. Amei esse diário de viagem, eles não cobram para menores de 26 por ser uma idade acadêmica ou algo assim?
    Apaixonadinha pelos prédios e os macarons. Você encontrou uma daquelas grades com os cadeados do amor (aquela carinha apaixonada rs)
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei te dizer, mas acho que sim, acho que no geral é um período de estudos, então acho que eles consideram que a pessoa se dedica mais pra isso que pra trabalho, também, e portanto, teria menos condições hehe :) Sim, eles moveram os cadeados da Pont des Arts para essa outra ponte, porque uma parte da ponte antiga cedeu por conta do peso. Mas o povo bota cadeado em Paris inteira, é muita loucura. Obrigada pelo comentário! Beijão ❤

      Excluir
  2. Que lindo! Eu também ficaria com muita expectativa pra Catedral de Notre-Dame, acho super imponente nas fotos. Babando nesses macarons <3

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Olá, Markus Bub. Como vai? Muito obrigada pelo seu comentário aqui no blog! Grande abraço :)

      Excluir
  4. QUE FOTOS LINDASSSSSSSSSSSS. eu tô adorando esse diário de viagem que vai me servir de guia no futuro <3 Eu ia ficar louca em Paris pq amo todo o lance de arquitetura :3 e cafés

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    http://carolespilotro.com/

    ResponderExcluir
  5. Amamos conferir os seus diários de viagem, como falamos nosso sonho é conhecer a cidade e o seu post nos deixou ainda com mais vontade de conhece-la. Gostamos de saber que os macarons parisienses são gostosos provamos alguns aqui no Brasil e não gostamos muito!!

    beijos

    http://onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, meninas! Então, eu acho que a maioria dos macarons por aí são muito secos, e o segredo é ser crocante por fora e por dentro bem recheado e cremoso, sabe? E esses desse lugar eram bem gostosos! Curtimos bastante <3 Acho que vocês vão gostar quando provarem em Paris! Beijão

      Excluir
  6. Lindas, lindas fotos, eu estou amando esse diário de viagem de Paris *-*
    Seu post me fez ficar com vontade de Macarons haha
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Deixe seu comentário e eu responderei assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2017 | By Thayse Stein