11/02/2018

Antwerp Student Hostel na Antuérpia

Oi, gente! Tudo bem? Já rolou aqui o post falando sobre nosso hotel em Bruxelas, então nada mais justo que falar também da nossa hospedagem na Antuérpia. Conforme já mencionei pra vocês, nessa viagem optamos por ficar em quartos privativos ao invés dos quartos compartilhados, mais por uma questão do nosso mood no momento. De qualquer maneira, preferimos economizar e optamos pelo hostel The ASH, que possuía um bom custo x benefício.
Chegamos na cidade de manhã e como estávamos com as mochilas, passamos no hostel pra deixar elas lá e carregar só o necessário pra caminhar pela cidade. Infelizmente, nosso quarto ainda não havia sido liberado (o check in é a partir das 15h, mas tentamos a sorte), então apenas deixamos as coisas no porão, numa salinha que eles deixam disponível pra isso, perto da lavanderia (sem nada de valor, apenas a mochila com roupas e outros artigos).
O hostel tem vários andares e, ainda bem, conta com um elevador. A localização dele é ótima, fica há menos de 10min caminhando da estação central e a cidade é relativamente pequena, então dá pra fazer praticamente tudo a pé, bem tranquilo. O pessoal do staff foi super simpático e atencioso.
Fomos caminhar pela cidade (e em breve vou publicar mais sobre isso aqui no blog) e voltamos na hora do check in, pois começou a chover bastante. O primeiro andar do hostel conta com uma ampla sala com alguns lugares pra sentar, uma TV, uma mesa de sinuca, pebolim e uma mesa enorme com vários bancos, depois tem uma sala de estudos, com biblioteca, tem uma área externa que deve ficar mais usável no verão e também uma cozinha bem equipada, que conta com lockers. No subsolo tem lugar pra deixar bicicletas, lavanderia e a sala de deixar malas.
Eles também disponibilizam uma máquina com bebidas e snacks, além de uma máquina de café (que não tava funcionando muito bem). Pra acessar a porta do hostel, da cozinha, do quarto e do elevador é necessário ter sempre com você uma espécie de "badge", que fica como um chaveiro e aí você passa nos lugares e vai liberando, o que dá mais segurança na movimentação do hostel.
Eles também tem uma área de café da manhã (que é pago separadamente da diária), com mesinhas e cadeiras, além do buffet. Essa área comum é bem bacana e todos os momentos que passamos pelo hostel, estava sempre com locais livres e não fica muito movimentada. Então é tranquilo passar um tempo por ali, jogar, fazer as refeições na mesa.
Cozinha de hostel é aquela coisa: a gente sempre se empolga porque acha que vai cozinhar e economizar super na viagem, mas honestamente não anima muito cozinhar porque o povo raramente deixa as coisas arrumadinhas depois do uso (apesar dos bilhares de aviso em todo canto pra limparem tudo após terminarem). Mas a gente segue tentando.
 
Gostamos bastante do quarto, era bem iluminado e amplo. Tinha essa janelona com vista pra cidade, uma pena que a região não seja das mais bonitas e ainda estivesse com uma mega obra rolando ali na frente (mas o barulho não chegou a incomodar ou atrapalhar nossa estadia).
Nosso quarto possuía um banheiro privativo, com chuveiro e vaso separados da pia com espelho, o que é muito bom porque dá pra usar a área da pia mesmo se alguém estiver no banheiro. Eles fornecem toalhas de banho e de rosto, sabonete líquido, shampoo e creme de corpo.
O quarto possui um bom espaço pra deixar malas, organizar as roupas, sapatos e coisas em geral. Tem duas partes com cabides, umas prateleiras pequenas e uma prateleira grande. Perto da janela tem uma mesa bem grande com uma cadeira, também. Ah, vale ressaltar que tem várias tomadas espalhadas pelo quarto, o que ajuda bastante quando se está em duas pessoas.
Ficamos apenas uma diária por lá e ficou €29.50 por pessoa... Ok, acho que foi o quarto mais caro em que nos hospedamos em viagens pela Europa, mas valeu muito a pena, porque era um quarto muito bom, não temos do que reclamar. Espero que tenham gostado de saber mais sobre o hostel e continuem acompanhando nossas aventuras por aqui. Beijos!

4 comentários:

  1. Thay, adorei o hostel! Realmente saiu um pouco mais caro do que vocês costumam pagar, mas valeu a pena!

    mariasabetudo

    ResponderExcluir
  2. Adorei conhecer esse hotel parece ser bem aconchegante com um preço bem acessível. Adorei a sua dica, as fotos ficaram lindas.
    Beijos boa semana
    bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Thayse, menina, que hostel mais fofo!
    Esse lance de ter elevador ajuda muito mesmo (em Buenos Aires, tive que subir uma baita escadaria com uma mala grande. Foi bem complicado).
    Achei as suas fotos muito lindas *_*

    Beijos,

    Algumas Observações

    ResponderExcluir
  4. Acho tão fofas essas fotos assim na janela! Queria uma minha, mas aqui em casa não dá pra fazer isso kkk

    A decoração desse lugar é bem interessante, a 3ª foto parece um lugar meio futurista haha bem louco!

    Beijos
    http://www.brunascloset.com

    ResponderExcluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Os comentários estão sendo moderados, mas responderemos assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2018 | By Thayse Stein