08/02/2018

Diário de Viagem: Bruxelas (parte I)

Oi, gente! Tudo bem? No último post, mostrei em vídeo nosso passeio pra Bélgica e antes, falei mais sobre o hotel que ficamos hospedados em Bruxelas. Hoje, vou falar mais sobre nosso primeiro e segundo dia na cidade. Viajamos pra lá de trem e como chegamos no fim de tarde, quase nem fizemos muita coisa. Saímos pra dar uma volta perto do centro e fomos jantar no Makisu, um sushi com ótimo custo x benefício que encontramos. Passamos também no Carrefour pra comprar coisas pro café da manhã do dia seguinte (e dos próximos dias, também).
No segundo dia, fizemos absolutamente tudo caminhando. Saímos do hotel e fomos em direção ao Palácio da Justiça, pegamos o elevador (gratuito) e tivemos aquela surpresa ao ver a vista da cidade. Muito bonito, uma pena que o palácio em si estivesse passando por uma reforma e não deu pra ver ele muito bem.
Passamos pela praça com o Monument A la Gloire de l'Infanterie Belge e logo sentimos aquela tensão que nos acompanharia por vários outros momentos da viagem: tem muita polícia armada com metralhadora circulando pela cidade, e muitos carros de polícia que passam com a sirene ligada a todo momento. Sempre dá a sensação que aconteceu algo ou algo está pra acontecer :/
Seguimos pra ver o Palácio d'Egmont. Bem na frente desse palácio tem uma praça super bonitinha com várias esculturas, além de dar na frente de uma igreja bem bonita, a Église Notre-Dame au Sablon.
Só gostaria de ressaltar o que eu sempre falo: não tem nada como caminhar de manhã por uma cidade histórica, sério. O ambiente tranquilo e os locais sem tantas pessoas é muito bom de observar e fotografar - e nem precisa ser muito cedo, já que no inverno o sol tá nascendo depois das 08h.
Seguimos a jornada passando pela Place Royale, que tem várias construções bonitas (museus, igrejas) e fica na parte alta da cidade e dá pra ver a vista de lá também. Fomos ver o Palais Royal de Bruxelles e caminhamos pelo parque que tem lá na frente em direção a Cathédrale des Sts Michel et Gudule.
Essa igreja me lembrou muito a Catedral de Notre-Dame em Paris! Dá pra visitar o interior dela sem pagar e lá dentro tem vários ambientes, vitrais, esculturas, além de uma pequena lojinha de souvenirs. Dá pra pagar pra acender uma vela também.
Saímos de lá e fomos caminhando até o Le Botanique, que é super bonito, mas não entramos pra visitar, só ficamos admirando de fora. Por curiosidade, seguimos pra ver a igreja que fica no fim da rua, a Église Royale Sainte-Marie. Voltamos, passamos num shopping pra ver uma loja que tem vários presentes e artigos de papelaria (chorei na beleza das coisas, mas não levei nada porque achei caro - e nem me lembro o nome da loja).
Depois dessa caminhada, bateu aquela fome intensa e decidimos parar numa Pizza Hut, porque quinta-feira eles tem uma promoção bem legal no almoço de pagar um preço fixo e ter pizza livre (estudante ganha bebida livre grátis também). Depois, seguimos pra a atração mais indicada da cidade: a Grand Place. O lugar é super bonito e imponente, com muitos prédios cheios de detalhes, bem legal de ver pessoalmente... e o dia ainda colaborou e abriu um sol nesse momento!
Depois fomos ver outra atração bem turistona, o Manneken Pis. O mais interessante dessa estátua famosa do menino fazendo xixi é a história por trás e as coisas que simbolizam, porque olhar pra ela em si é meio decepcionante, já que é bem pequena e tá lotado de turistas em volta, tentando fazer uma selfie com o rapaz.
Caminhamos de volta pro hotel, tomamos um banho e descansamos. Depois voltamos pra caminhar mais pela cidade durante a noite. A primeira parada foi pra experimentar o tradicional waffle: tem várias barraquinhas e lojinhas que vendem, mas eu queria um lugar pra sentar, tomar um café. Então decidimos ir na Waffle Factory (o preço é o mesmo das lojas de rua e em cima eles tem várias mesinhas pra sentar). Pedi um tradicional com chocolate belga e morangos, tava maravilhoso. E o café de lá é bem bom também.
 Sei que pela foto não parece tão recheado, mas a camada de chocolate e de morango tava altinha e bem generosa!
Depois de caminhar mais e mais, paramos no bar da Delirium, pra tomar uma cerveja e encerrar bem a noite. O espaço é bem grande e eles tem várias salas, essa aí fica no segundo andar e é bem bacana. Recomendo bastante! Espero que tenham gostado do nosso passeio e continuem acompanhando os próximos posts ❤ Beijos!

9 comentários:

  1. Oi Thayse que viagem incrível eu viajo daqui juntinho com você, amo posts de viagens assim, e saber de cada detalhe é muito bom e importante.
    Bruxelas tem lindos lugares para visitar!
    Beijos
    www.silalmeida.com

    ResponderExcluir
  2. Ótimo jeito de encerrar a noite com uma cerveja, rs.
    Adorei conferir o seu diário de viagem.
    Gostei de conferir as construções.
    Pam

    ResponderExcluir
  3. Mais um post para me fazer suspira. A igreja Église Notre-Dame au Sablon é linda, adorei e já quero conhecer!
    Deve ser meio assustador ter policias o tempo todo mas por outro lado, é bom saber que estão "ligados" e atentos sempre.
    Beijos,

    https://lesjoursdemarcela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ahhh, que passeio gostoso! Já fui pra Bruxelas duas vezes e amei demais, continuaria voltando outras vezes só pra comer waffles belgas, rs. Também concordo com andar por cidades pela manhã, é uma delícia mesmo - nada contra turistas (afinal de contas, quando viajamos também somos!), mas quanto mais tranquilidade, melhor, né?!

    ResponderExcluir
  5. Que lugar lindo, acho que o mais incrível é observar toda a arquitetura e ver como tudo é tão grandioso
    Beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ah adorei conhecer um pouco de Bruxelas através de suas fotos!
    bjs
    Patty Lye
    Blog Patty Lye | Canal Patty Lye | Instagram

    ResponderExcluir
  7. Bruxelas é muito linda! Eu tinha incluído para conhecer no meu roteiro de viagem que fareu em Agosto/Setembro, mas por falta de tempo, tive que tirar.
    Nossa, eu curto muito fazer tudo a pé, só quando é mega longe eu procuro informações de transporte público. Adorei o post!

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Esse céu da 1ª foto, tá fantástico!
    Quando eu era pequena, eu achava que se chamava Bruxelas porque lá só viviam brunas de todos os tipos! AUSIHAUISHAUIHSIUASHUIASHUIHAS

    olha que louca!

    Beijos ♥
    http://www.brunascloset.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!! ♥ Eu sempre achei que Bruxelas era de bruxas também e esse nome é muito bruxólico, né? Adoro! kkk

      Excluir


Obrigada por visitar o Brilho de Aluguel!

Os comentários estão sendo moderados, mas responderemos assim que possível.

Dúvidas, sugestões ou reclamações? Envie um e-mail para blogbrilhodealuguel@gmail.com

 
Brilho de Aluguel © 2010 - 2018 | By Thayse Stein